Júlio César de Almeida e Diego Carvalho Locatelli
Foto: Arquivo

 

Na quarta-feira, dia 2, completou um mês da posse dos novos juízes da Comarca. Diego Carvalho Locatelli (1ª Vara Judicial) e Júlio César de Almeida (2ª Vara).

Nestes trinta dias, advogados, servidores e a comunidade, pode notar a dedicação dos magistrados para diminuir o número de processos tramitando no Fórum, que hoje, chegam a mais de 13 mil.

Para isso, os novos juízes trabalham à noite, feriados e até levam serviço para casa, uma forma de honrar o compromisso com a comunidade, afinal são servidores públicos.

– Nós temos uma rotina de trabalho para atingir a meta de serviço considerada ideal pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), dando prioridade para o processos que tramitam a mais tempo e relacionados a idosos. Nosso trabalho é célere e qualitativo – disse Diego Locatelli.

Segundo o magistrado, o fato da Comarca ter ficado por mais de um ano somente com uma juíza, fez com que o trabalho do Poder Judiciário fosse prejudicado.

– Mesmo com o esforço da Juíza Paula Maurícia Brun e servidores do Fórum, ficava difícil agilizar o andamento dos processos. A magistrada estava lotada na 1ª Vara Judicial, onde tramitam os processos do Juizado Especial Cível, Juizado Especial da Fazenda Pública e Execução Criminal, e também respondia pela 2ª Vara (Juizado da Infância e Juventude e Maria da Penha), além de ter que Administrar o Fórum. Desta forma é humanamente impossível manter o trabalho normal – comentou.
Uma das primeiras ações do juiz Diego Locatelli foi agendar os julgamentos do Tribunal do Júri para os meses de junho, agosto e setembro.