Selecione a página

Os ânimos se inflamam

Os ânimos se inflamam

As notícias da Covid-19 estão perdendo lugar nas manchetes. Não por terem baixado os índices de óbitos e de contaminações, mas porque agora o assunto mais empolgante gira em torno das campanhas eleitorais. Ainda não começaram oficialmente, mas já causam novos estremecimentos entre os dois polos da disputa, e até tragédias na vida do país.

Enquanto a Câmara e o Senado debatem sobre os fundos destinados aos partidos, bem como os “presentes” do Governo às classes de profissionais atingidos pela alta da inflação e do preço dos combustíveis, os maiores adversários e seus respectivos seguidores se envolvem numa luta insana, que não poupa ameaças, injúrias e intolerância no destempero dos discursos, das mensagens e atitudes.

A morte do tesoureiro do PT por um fanático seguidor de Bolsonaro foi um atentado de intolerância política, de fanatismo e de agressão ao espírito democrático que deve reger a vida nacional. Comentaristas da mídia brasileira e mundial não cessam de condenar tal ato, que é mais uma mancha que nos envergonha e deprime.

As cenas colhidas na hora do crime são chocantes. O ambiente festivo – era o aniversário da vítima – tornou-se, em minutos, um campo de guerra, onde os participantes foram tomados de surpresa e sem oportunidade de defender-se.

Os problemas do país são graves e precisam de medidas enérgicas e responsáveis. A pobreza aumenta, falta comida na mesa – quando ainda resta uma casa pra morar. Novos golpes são aplicados pela bandidagem, que não cessa de crescer. Estamos cercados em nossas casas, não só para proteger-nos da pandemia, mas dos ataques criminosos.

Neste clima é que vão começar as campanhas eleitorais. Passeatas, discursos, multidões sem máscara e aglomeradas, de todos os lados pode vir o perigo, a bala perdida, as bombas caseiras, os golpes físicos e morais.

Não é isso o que esperamos ou desejamos nas próximas eleições. Que nossa bandeira possa novamente ostentar seu lema “Ordem e Progresso” com sinceridade e respeito é o que pedimos de joelhos aos céus.

Sobre o autor

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade