A equipe de Vigilância Sanitária de Caçapava participou na segunda-feira (11) de uma operação de busca e apreensão, em conjunto com a Polícia Civil, em um comércio que estava sendo investigado desde o início do ano. Foram aprendidos mais de 2,3 toneladas de carnes.

A polícia tinha um mandado de busca e aprensão por porte de armas, encontrou o indivíduo responsável pelo comércio de carnes no local, que foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil por portar duas armas, além de armazenar a carne em más condições e algumas sem notas.

Após a descoberta do local, a Polícia se deslocou com o suspeito e a Vigilância Sanitária até outro galpão, no interior do município, onde também foram encontrados restos de animais espalhados pelo campo, além de carnes armazenadas em freezers, geladeiras, e em barracões em condições precárias e estado de apodrecimento.

Nesta terça-feira (19), a Vigilância Sanitária, juntamento com apoio da Secretaria de Obras, que teve de ceder um caminhão para o recolhimento do material apreendido, retornou aos locais juntamente com a Polícia Civil e Brigada Militar para transportar a carne irregular.
Mais de 10 pessoas participaram da ação, entre Polícia Civil, Brigada Militar e Servidores Municipais, informou o chefe da Vigilância, Luiz Ilha.

Comunicação da Prefeitura