Operação Deu Zebra cumpre mais de 200 ordens judiciais no sul do estado
Foto: Polícia Civil RS

Uma grande ação policial de combate à lavagem de dinheiro foi deflagrada na manhã desta terça-feira (25) na região da campanha e fronteira do estado. A operação Deu Zebra cumpriu 237 ordens judiciais em 14 municípios do Rio Grande do Sul e finalizou com 19 pessoas presas, mais de R$200 mil reais, carros, motos e objetos usados para o crime foram apreendidos, além de 19 imóveis sequestrados.

Segundo a delegada Ana Luiza Tarouco foram 16 meses de investigação que identificou uma organização criminosa que atuava no ramo de jogos de azar, configurando também os delitos de organização criminosa e lavagem de capitais. “Foram mais de 250 horas de vigilância, mais de 5 mil horas de interceptações telefônicas que auxiliaram na identificação de quase uma centena de envolvidos no esquema”, conta a delegada.

Durante a investigação, os policiais identificaram a quantia de mais de R$ 521 milhões de reais em movimentação financeira nos últimos quatro anos, bem como identificou mais de R$ 11 milhões em patrimônio dos investigados, sendo 57 veículos e 19 imóveis.

“Não nos limitamos somente a identificar apontadores do jogo, mas buscamos identificar toda a cadeia criminosa que atua por trás das máquinas de apostas, mapeando uma infraestrutura organizada e hierarquizada, formada por apontadores, recolhedores, gerentes, laranjas, equipe de TI, suporte logístico e líderes, numa atuação, que acreditamos, inovadora em se tratando de investigação de jogos de azar”, destaca a delagada Tarouco.

O Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt destaca que essa ação é a maior operação de lavagem de capitais da Polícia Civil gaúcha, dado o volume financeiro movimentado. “Certamente ações como esta não param por aqui, a Polícia Civil segue monitorando esses e outros crimes correlatos diuturnamente nas mais diversas regiões do estado”, destaca o Chefe de Polícia.

Ao todo, foram cumpridas buscas em 14 cidades do Rio Grande do Sul, totalizando 237 ordens judiciais, sendo 14 mandados de prisão preventiva, 73 mandados de busca e apreensão, sete mandados de condução coercitiva, 57 mandados de busca e apreensão de veículos, 19 sequestros de imóveis e bloqueio de contas bancárias pertencentes a 67 pessoas físicas e jurídicas diferentes. A ação contou com apoio de 212 policiais civis, oito policiais militares, oito policiais rodoviários federais, além do apoio aéreo da Polícia Civil.

Cidade do estado em que ocorreram buscas:
Bagé
Caçapava do Sul
Cacequi
Dom Pedrito
Pelotas
Porto Alegre
Quaraí
Rosário do Sul
Santa Rosa
Santana do Livramento
Santo Ângelo
São Gabriel
São Sepé
Taquara

Por Adriano Remião e Jorge Felipe / Ascom PC-RS