Select Page

Caçapava Memória – Inauguração do Posto de Saúde – Fátima Jovane Nunes 

Caçapava Memória – Inauguração do Posto de Saúde – Fátima Jovane Nunes 

No dia 16 de agosto de 1979 foi inaugurada oficialmente a nova Unidade Sanitária (Posto de Saúde) de Caçapava do Sul, localizada à Avenida Barão do Cerro Formoso, lado leste da cidade.

Na oportunidade, na presença de autoridades e da comunidade em geral, o prefeito Cyro Carlos de Melo e o delegado regional da 8ª Delegacia Regional da Saúde, Adalberto Noro, representando o secretário da Saúde e Meio Ambiente, Germano Bonow, desataram a fita simbólica inaugurando a obra construída com recursos da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado, gestão do governador Sinval Guazelli. Na ocasião, também estavam presentes o vice-prefeito Dante Velho Dias Ferreira, vereadores, médicos, dentistas, farmacêuticos, laboratoristas, representantes das unidades de saúde das cidades vizinhas, dos clubes de serviços, do comércio, da indústria e da classe agropecuária, entre outros convidados.

A nova unidade, com prédio amplo e com modernas instalações, oferecia melhores condições de trabalho aos profissionais e também melhor atendimento à população. A unidade sanitária contava, à época, com os seguintes profissionais da área da saúde: João Manoel Pereira da Rosa e Nair Menezes Guedes (médicos), Hélio Dotto e Laerte Marques (dentistas).

Os funcionários Irajá Lopes, José Antônio Chaves Dias, Renato Moraes e Renata Moraes eram responsáveis pela fiscalização, administração e farmácia, respectivamente. Geni da Silva Ferreira pelo laboratório, Laura de Medeiros pelo setor de vacinação e Lurdes Scorssatto pelo fichário médico e dentário.

A Unidade Sanitária dispunha de uma farmácia que era abastecida pela Secretaria da Saúde do Estado e o Ministério da Saúde do Governo Federal, com a distribuição de remédios gratuitos aos pacientes.

O setor de fiscalização passou a fornecer anualmente 300 Alvarás exigidos para o comércio de gêneros alimentícios e 1.200 carteiras para funcionários que exerciam atividades nesse ramo. Constavam nessa data 8.600 pessoas inscritas, numa média mensal de 600 atendimentos médicos e 360 odontológicos. Também eram aplicadas 500 vacinas por mês.

No local, hoje funciona o atual Programa Estratégia Saúde da Família – ESF II Santa Rita.

Fátima Jovane Nunes
Pesquisadora

Sobre o(a) Autor(a)

Previsão do Tempo

TV Gazeta – Mil Edições