MARIA CÂNDIDA FERREIRA GERVÁSIO
Primeira vereadora eleita em Caçapava do Sul. Atuou no Poder Legislativo Municipal de 01 de janeiro de 1952 a 31 de dezembro de 1955, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), época em que os vereadores não eram remunerados.

Filha de Fredolino Francisco Ferreira e Alita Cheuiche Ferreira, Maria Cândida Ferreira Gervásio nasceu no dia 17 de março de 1922, na Fazenda da Timbaúva, 3º distrito de Caçapava do Sul. Estudou neste município e em Bagé, onde formou-se professora no Colégio Espírito Santo. Foi casada com João Gervásio, com quem teve três filhos: Maria Berenice, Maria Jeni e Edo Antônio.

Maria Cândida começou a trabalhar na sua profissão na localidade de Coxilha de São José, quando a escola chamava-se Escola Isolada da Coxilha de São José. Foi alfabetizadora de adultos na Escola Normal Dinarte Ribeiro e ministrou aulas de geografia e história na Escola Santíssimo Nome de Jesus. Trabalhou como educadora por 35 anos, sempre em sala de aula. Também exerceu os cargos de Secretária de Município da Educação no período de 1973 a 1977, Presidente da Legião Brasileira de Assistência – LBA e Tesoureira da Sociedade Caçapavana de Auxílio aos Pobres (SCAP). Foi a primeira mulher a fazer parte de um júri em Caçapava.

Maria Cândida Ferreira Gervásio recebeu homenagens da Feira do Livro em 2011 e da Câmara de Vereadores pelo Dia Internacional da Mulher em 2009.

DILLA RODRIGUES MESQUITA DA COSTA
Eleita vereadora suplente pelo Partido Social Democrático (PSD), mandato 1952/1955, assumiu uma cadeira na Câmara Municipal em 19 de novembro de 1952, quando os parlamentares não recebiam subsídios.

Filha de Alcides Rodrigues da Silva e Zilda Lobato Rodrigues, Dilla Rodrigues Mesquita da Costa nasceu em 28 de setembro de 1925, na fazenda Rincão da Porta, neste município.

Dilla Rodrigues Mesquita da Costa iniciou seus estudos nesta cidade, os quais tiveram continuidade em Porto Alegre. Formada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), ministrou aulas na Escola Dinarte Ribeiro de 27 de maio de 1947 a 28 de fevereiro de 1948, e foi a primeira professora do Curso de Admissão na Sociedade Educacional, hoje Escola Estadual Nossa Senhora da Assunção, a convite do presidente Reynaldo Silva Cidade, no ano de 1951. Também trabalhou nas cidades de Rio Grande, Bagé, Canoas e Novo Hamburgo. Formou-se em Direito pela UNISINOS no ano de 1976 e aposentou-se como professora em 1982.
A professora Dilla casou com Solano Mesquita da Costa no ano de 1960, com quem teve dois filhos: Joaquim Francisco e Lúcia Helena.

Dilla Rodrigues Mesquita da Costa atuou como colaboradora da Liga Feminina de Combate ao Câncer e pertencia à Ordem Franciscana Secular, sendo muito católica e devota de Nossa Senhora Aparecida. No ano de 2006, foi jubilada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Dilla Rodrigues Mesquita da Costa faleceu em Caçapava do Sul em 26 de março de 2015, aos 89 anos de idade.
11.08.2017

Fátima Jovane Nunes
fatimajovane@hotmail.com