Select Page

Caçapava Memória – Rodolfo Strohschein – Fátima Jovane Nunes

Caçapava Memória – Rodolfo Strohschein – Fátima Jovane Nunes

Professor, Secretário de Escola, Inspetor de Ensino, Escriturário, Secretário-Geral do Município e Secretário Executivo da Câmara Municipal de Vereadores.

Rodolfo Strohschein nasceu em 06 de junho de 1911 no município de Ijuí/RS, filho de Augusto Strohschein e Florentina Strohschein.

Casou-se em primeiras núpcias no ano de 1939, com Maria Strohschein com quem teve os filhos Mara e Siloé e em segundas núpcias com Nilsa Adelma Heinrich Strohschein, cujo matrimônio durou 23 anos.


Rodolfo Strohschein iniciou suas atividades em Caçapava do Sul no governo do Coronel Coriolano Alves de Oliveira e Castro e ocupou os seguintes cargos: professor particular subvencionado pelo município no ano de 1936; professor de 3ª entrância na localidade de Passo Feio, em 1937; regente da escola nas Minas do Camaquã, em 1944; professor na Escola localizada no Passo da Cruz, em 1949; inspetor de Ensino em 1955; secretário-geral do Município no ano de 1956, e no final desse mesmo ano foi colocado à disposição para desempenhar as funções de secretário executivo da Câmara de Vereadores. Já em 1957, trabalhou na Junta de Serviço Militar e, em 1964, foi nomeado para o cargo de escriturário na Secretaria da Fazenda do Município.


Rodolfo Strohschein quando professor em escolas do interior, cujas aulas eram ministradas em casas particulares oferecidas por pais de alunos, nos períodos de folga também era agricultor, trabalhando na roça em terras cedidas pelos proprietários.


Rodolfo Strohschein aposentou-se por tempo de serviço em 1965, através de Decreto Individual nº 13/65, durante a gestão de Elpídio Cidade. No Legislativo caçapavano, trabalhou como secretário executivo de 1956 a 1973, retornando em 1º de dezembro de 1980, através de Portaria nº 01/80, onde permaneceu até 1987.


Quando Secretário do Município, Rodolfo Strohschein foi o idealizador e projetista do escudo de armas de Caçapava do Sul/RS, o qual foi oficializado através da Lei Municipal nº 06/A, de 31 de maio de 1972, na administração do prefeito Ismael Vivian Eilers e quando era presidente da Câmara o vereador Nélio Silveira Alves. A execução do Projeto ficou a cargo do Bacharel Alfredo Levorse.


Rodolfo Strohschein era conhecido pelos caçapavanos e, em especial, pelos colegas de Prefeitura, como “Professor Strohschein”, um verdadeiro cavalheiro, elegante, muito educado e atencioso para com todos.


Após encerrar suas atividades profissionais em Caçapava do Sul, Rodolfo Strohschein passou a residir em Porto Alegre juntamente com sua esposa, Nilza Adelma, até o seu falecimento no dia 30 de agosto de 2010, aos 99 anos de idade.

Fátima Jovane Nunes
Pesquisadora

Sobre o(a) Autor(a)

Ganhadores do Mérito

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade