Select Page

Caçapava tem a segunda maior produtividade na região

Caçapava tem a segunda maior produtividade na região

Em Caçapava a média é de 7.600 quilos por hectare  (Foto: Irga/Divulgação)


Os agricultores do 31º Núcleo de Assistência Técnica e Extensão Rural (NATE) de Caçapava do Sul terminaram a colheita do arroz da safra 2016/2017.

Conforme o Técnico Orizícola Adriano Dias, o 31º NATE do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) abrange os municípios de Caçapava, Lavras, Pinheiro Machado, Piratini e Santana da Boa Vista.

Em Caçapava, foram plantados 3.250 hectares, a média é de 7.600 quilos por hectare. Os agricultores de Lavras plantaram 55 hectares e atingiram média de 7.500 quilos. Em Pinheiro Machado o arroz foi semeado em 70 hectares, com média de 7.450 quilos por hectare. Nos 295 hectares plantados em Santana da Boa Vista a média ficou em 7.511.
O município de Piratini alcançou até agora – a colheita ainda não foi encerrada no RS – a maior produtividade média no Estado: 9.672 quilos por hectare.

– A produtividade está aumentando devido ao trabalho do IRGA que vem alavancando o manejo de culturas nas terras baixas. Em Caçapava, a maior produtividade foi alcançada na região do Seival. Já os agricultores das localidades de Seivalzinho, Rincão da Palmeira, Rincão Bonito e Lagoão foram prejudicados devidos as enchentes, mas não que isso tenha trazido algum prejuízo significativo – informou Dias.

Os dados serão apresentados a comunidade em dois seminários, um em Caçapava e outro no município de Piratini. Os eventos ainda não tem datas agendadas.

– Nos seminários, além da análise da safra, os técnicos abordarão os seguintes temas: previsões climáticas, plantas invasoras, adubação e estimativa para safra 2017/2018 – ressalta o técnico do IRGA.

Marcelo Marques / Gazeta de Caçapava
03.06.2017

Sobre o(a) Autor(a)

TV Gazeta

Últimos resultados