Selecione a página

Arrecadação de novembro foi de R$ 157 bilhões

Arrecadação de novembro foi de R$ 157 bilhões

A arrecadação total das receitas federais em novembro de 2021 foi de R$ 157,3 bilhões, registrando um acréscimo real de 1,41% na comparação com novembro de 2020.

Lembrando sempre: “acréscimo real” é o crescimento do valor arrecadado, subtraindo a inflação do período (calculada pelo IPCA).

No acumulado, de janeiro a novembro de 2021, a soma das arrecadações federais chegou a 1 trilhão, 684 bilhões, 913 milhões de reais. Esta soma representa um acréscimo real de 18,13% quando comparada ao acumulado janeiro-novembro de 2020.

 

Fatores não recorrentes

Os recolhimentos extraordinários de IRPJ e CSLL em novembro de 2020 foram de R$ 1,2 bilhão, e neste novembro foram de R$ 3 bilhões. No acumulado do ano, já somaram R$ 39 bilhões em 2021 contra apenas R$ 6,5 bilhões em 2020.

Além disso, houve uma redução no valor das compensações tributárias (de R$ 20 bilhões em novembro passado para R$ 14 bilhões agora).

O IOF, que em novembro de 2020 havia sofrido uma queda (de R$ 2,3 bilhões), neste ano, teve um crescimento de R$ 710 milhões.

 

Sem os fatores extraordinários

Os recolhimentos extraordinários e outros fatores excepcionais alteram a soma geral das arrecadações. Por isso, é interessante também levantarmos a realidade da arrecadação sem eles.

Excluindo fatores não recorrentes, o crescimento real da arrecadação de novembro, quando comparada à de novembro passado, foi de 2,32%. E o acumulado do ano registra um acréscimo real de 11,94%.

 

Rio Grande do Sul

A arrecadação das receitas federais na 10ª Região Fiscal (ou seja, no RS) em novembro foi de R$ 7,1 bilhões. O valor representa um crescimento nominal de 7,9% na comparação com novembro de 2020, mas, descontando a inflação calculada pelo IPCA, temos um decréscimo (ou seja, uma diminuição) de 2,6%.

 

Mercadorias e veículos

Na edição passada, falamos do crescimento das destinações de Imposto de Renda para os fundos municipais em 2021. Agora, vamos falar sobre destinações de mercadorias e veículos.

Este ano, conseguimos fazer a destinação de três veículos para a Prefeitura de Caçapava do Sul: um Onix, uma camionete S10 e uma Ford Courier. Além disso, fizemos uma destinação de roupas, cobertores e outros itens, totalizando R$ 40 mil à Prefeitura de Santana da Boa Vista.

Estes carros e produtos haviam sido apreendidos pela Receita Federal em ações de combate ao contrabando e ao descaminho, e agora estão sendo usados para beneficiar as comunidades destas duas cidades.

Ao longo do ano, a Agência local recebeu – e encaminhou à Delegacia da Receita Federal em Santa Maria – ainda outros ofícios destas duas Prefeituras e de entidades. Esperamos poder atendê-los em 2022.

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade