Selecione a página

Atos dos Apóstolos

Atos dos Apóstolos

Todos os livros da Sagrada Escritura, seja do Antigo Testamento, seja do Novo Testamento, têm uma riqueza imensa. É Deus se comunicando com seu povo. Nesse período pascal que ainda estamos celebrando, estamos revivendo os Atos dos Apóstolos, ou seja, a missionaridade dos Apóstolos que, mesmo em meio à perseguição, nunca desanimaram.

Lucas apresenta nesse livro a continuação da atividade de Jesus através dos Apóstolos, impelidos do Espírito Santo. No Evangelho, o movimento começa da insignificante cidade de Nazaré e vai à principal cidade de Judá, a cidade santa, Jerusalém. Agora, o movimento parte de Jerusalém e vai ao mundo todo, e ao centro do mundo daquele tempo, Roma, capital do império romano. Lucas conta a missão cristã de tal forma que sua leitura se torna empolgante. Também apresenta imagens que nos impressionam e fazem com que fixemos nossa mente. Os discursos dos apóstolos, transcritos por Lucas, refletem sua própria teologia.

Depois do Pentecostes, os medrosos discípulos tornaram-se testemunhas corajosas da mensagem de Jesus Cristo. Foram transformados pelo Espírito que Jesus havia prometido enviar-lhes antes de sua ascensão. Lucas descreve como eles, como testemunhas de Jesus, agora também estão cheios de seu espírito. Assim como Jesus, Pedro e João curam um paralítico. Como Jesus, os dois são conduzidos ao sinédrio, e lá não de deixam intimidar. Obedecem mais a Deus do que aos homens! No destino do diácono Estêvão, repete-se o destino de Jesus. Como Jesus, Estêvão, morrendo, perdoa seus algozes.

No centro dos Atos dos Apóstolos, encontramos a atividade de São Paulo. Três vezes conta Lucas, variando um pouco, a conversão do inimigo dos Cristãos, Saulo, ao apostolado dos povos, Paulo. O próprio Jesus veio ao encontro de Saulo num acontecimento de Luz. Isto derrubou Saulo e todo seu conceito de vida, e o transformou num dos mais fervorosos adeptos de Jesus. Também Pedro foi transformado. Ele, o rigoroso Judeu, foi levado, por um sonho, a batizar o comandante pagão Cornélio e toda a sua casa.

O começo da missão entre os pagãos começou, portanto, por um sonho. E o fato de Paulo passar para a Europa em suas viagens missionárias também lhe foi ordenado num sonho. Nas visões, fala o Espírito Santo aos Apóstolos e lhes mostra o caminho que Deus lhes confiou. Na Europa, Paulo encontra, em primeiro lugar, o centro da cultura grega, o areópago, o centro da filosofia de Atenas. Da filosofia aí assimilada, fez seu famoso discurso no qual traz citações de poetas e filósofos gregos. Lucas quer mostrar, com esse discurso, que a mensagem cristã é a realização plena da sabedoria grega, que o desejo da filosofia grega se realiza na mensagem da morte e ressurreição de Jesus. Em Roma, Paulo pode anunciar primeiramente aos judeus de lá e, depois, a todos os interessados na mensagem de Jesus.

Estimados leitores, a leitura dos Atos dos Apóstolos é empolgante e nos dá a certeza de que o Espírito Santo de Deus dá força aos seus missionários e missionárias!

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade