Selecione a página

Finatus est 2021

Finatus est 2021

Me desculpem se esta expressão do título acima não existir, chutei. E sabem por quê? Ou o por quê disso? Simples assim: acabou o ano de 2021 e qualquer erro gramatical ou de escrita que eu cometer, semana que vem, já fará parte do ano passado. Coisa engraçada a gente não conseguir materializar o presente. E lá nos vamos todos como pedras, rolando pelas encostas da vida, sem criar limo nenhum. A subida sempre muito dificultosa, mas a descida sempre facilzinha. Facim, facim.

Me desculpem de novo, mas neste final de ano, não vou falar que acabou a Covid, etc., etc. e tal. Não aguento mais assistir as redes de TV comentando e analisando a variante essa e aquela, e falando dos perigos que continuamos correndo, e que na China isso, na Europa aquilo ou até que na África faltam vacinas e não sei o quê mais. Perigo mesmo é o homem viver. Ninguém sabe do dia de amanhã, das trampas que temos de superar e até dos caminhos por onde trilhar. Aliás, como diria um amigo, “COISA BRABA A VIDA A JUDIAR DA GENTE”. E nós ali pelejando, sofrendo e amando para fazer com que ela melhore um bocadinho a cada minuto, a cada hora, enfim, a cada ano novo que se inicia.

Pra não dizerem que não falei nada de importante, depois dos festejos natalinos, em que engordei mais de dois quilos, vou registrar aqui cinco pedidos/desejos especiais para 2022.

  1. Tomara que o Grêmio suba para a Série A e que o Colorado não seja Campeão Nacional, nem Gaúcho e nem da Copa do Brasil;
  2. Que o Deus dos esportes não permita que a Seleção Brasileira seja hexa para que possamos nos livrar do Tite, um baita enrolão;
  3. Espero que alguém, em perfeito juízo, ordene que os Ministros do STF parem de dar pitaco até em briga de rua, que os governos governem e que o legislativo legisle, e só;
  4. Que não aumentem mais o Fundão Eleitoral, que já anda pelos cinco bilhões de reais, caso contrário, vou ter que ajudar a fundar o Partido dos Aposentados pra ver se recebo alguns trocados pra fazer campanha pra qualquer coisa;
  5. Vou fazer promessa para reduzir o preço dos combustíveis e, inclusive, que alguém crie coragem e acabe com o cartel existente em Caçapava, ou vou ter que me mudar para São Sepé;
  6. Vou relacionar mais um, que, na verdade, é um compromisso sério para comigo mesmo: dia três de janeiro de 2022, primeira segunda-feira do ano novo, começo um regime alimentar pra valer.

 

FELIZ ANO NOVO E UM RICO E TRANQUILO 2022, SEM PANDEMIA, COM ELEIÇÃO E TUDO, E MUITA PACIÊNCIA E RESILÊNCIA PARA SUPERAR AS COISAS QUE SEMPRE NOS INCOMODAM E NÃO CONSEGUIMOS LIVRAMENTO DELAS!

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade