Selecione a página

Meditar é preciso

Meditar é preciso

Acredito profundamente que a meditação, a oração contemplativa, faz um bem enorme à vida do ser humano. A meditação é, sobretudo, uma procura. O espírito procura compreender o porquê e o como da vida cristã a fim de aderir e responder ao que o Senhor nos pede. Para tanto, é indispensável uma atenção disciplinada, um esforço pessoal! Geralmente, se utiliza um livro, e os cristãos dispõem de muitos! Nesse processo de meditação, nos ajudam muito as Sagradas Escrituras, especialmente o evangelho, as imagens sacras, os textos litúrgicos do dia ou do tempo, os escritos dos padres espirituais, as obras de espiritualidade, o grande livro da criação e o da história, a página do “hoje de Deus”! Meditando no que lemos, nos apropriamos do conteúdo lido e o confrontamos com nós mesmos e nos perguntamos: “Senhor, que queres que eu faça”?

Os métodos de meditação são tão diversos quanto os mestres espirituais. Um cristão deve querer meditar regularmente. Aí surge a pergunta: qual será o melhor método para meditar? Um método é apenas um guia. O importante é fazer o esforço de avançar, com o Espírito Santo, pelo único caminho da oração, que é Jesus Cristo. A meditação mobiliza o pensamento, a imaginação, a emoção e o desejo. Essa mobilização se faz necessária para que possamos aprofundar as convicções da fé, suscitar a conversão do coração e fortalecer a vontade de seguir a Cristo. A oração cristã procura meditar de preferência “os mistérios de Cristo”. A oração contemplativa busca “aquele que meu coração ama”! É Jesus e, nele, o Pai. Ele é procurado porque desejá-lo é sempre o começo do amor, e é procurado na fé pura, esta fé que nos faz nascer dele e viver nele! Quanto mais nós meditamos os mistérios de Deus, mais vamos compreendendo a vontade de Deus. A vontade de Deus é que todos sejamos instrumentos dele nesse lindo projeto de implantação do seu Reino no meio de nós. Fazer parte desse sonho e vontade de Deus nos torna cada vez mais humanos, misericordiosos e solidários.

Que diante da liberdade que temos de colaborar com Deus, possamos nos valer sempre mais da meditação, da oração contemplativa como forma de estreitar nossa relação com Ele. Compreendendo melhor o que Deus quer e espera de nós, a nossa vida passa a ter mais sentido e nos sentimos ainda mais amados por aquele que é puro Amor!

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade