Empreendimento energético seria instalado na Cascata do Salso
Foto: Comunicação da Prefeitura


Em comum acordo a Cooperativa Regional de Eletrificação Rural do Alto Uruguai (Creral) e o Município de Caçapava assinaram um Termo de Resilição do contrato de exploração da Cascata do Salso na quarta-feira, dia 20, em São Sepé.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Creral, desde de 2015 a cooperativa está com processo de licenciamento em tramitação junto a FEPAM, porém a demora em conseguir a liberação impediu que o projeto de construção da futura usina avançasse. 

– Como a Prefeitura de Caçapava do Sul, tem interesse em explorar o local para o benefício do munícipio e da população e para isso já preparou outro projeto que pode se tornar viável, a Creral apoia totalmente a iniciativa, pois o objetivo da cooperativa é com o desenvolvimento das comunidades onde está inserida. Agradecemos a cordialidade das autoridades municipais de Caçapava do Sul neste período em que estivemos tratando da instalação do empreendimento. A Creral estará sempre de portas abertas para o município – Sérgio Miotto, Assessor de Comunicação.  

Relembre o projeto
No dia 08 de janeiro de 2015, a Creral se habilitou para instalar uma usina hidrelétrica na Cascata do Salso, através de licitação da Prefeitura.

Na época, a Administração municipal que a energia seria vendida para o sistema unificado da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A unidade prevista terá capacidade de geração de 500 kilowatts por hora. A estimativa é que a quantidade gerada seria suficiente para abastecer cinco mil casas por dia. O município receberia o valor do ICMS referente à venda da energia, assim como criaria vagas de emprego.

A Creral teria um ano e meio para construir a hidrelétrica e tinha o direito de explorar o local por 30 anos.