Select Page

Expectativa de boa safra em Caçapava e região

Expectativa de boa safra em Caçapava e região

Jaime Dalmazo, engenheiro agrônomo da Cotrisul
(Foto: Marcelo Marques/Gazeta)

 

A colheita de arroz na área de atuação da Cooperativa Tritícola Caçapavana (Cotrisul), com área de plantio estimada em 12 mil hectares, deve iniciar no final deste mês em uma propriedade rural de Cachoeira do Sul.

Em Caçapava, a colheita na região do Seival deverá começar entre 10 e 15 de março. No município foram plantados 3,2 mil hectares, informou o engenheiro agrônomo da Cotrisul, Jaime Dalmazo.

Ele diz que a perspectiva de colheita é ótima, com as lavouras produzindo em média 7,5 mil quilos por hectare.

– O plantio ano passado foi em uma época boa (outubro/novembro). Aquelas lavouras que não tiveram problemas de replante devido à chuva de outubro, como o caso da região do Santa Bárbara e Seivalzinho, terão uma boa produtividade – disse.

MILHO

O responsável técnico da Cotrisul relatou que a área de plantio de milho aumentou nesta safra em Caçapava, passando para 1,5 mil hectares.

– O termômetro é a comercialização de sementes aqui na cooperativa, nos anos anteriores a vendas foram baixas. Agora com as novas sementes, que não permite o aparecimento da lagarta e a possibilidade de aplicar defensivos agrícolas, o produtor voltou a plantar. Atribuo o pequeno aumento as novas tecnologias – explicou.

SOJA
Segundo Jaime, as condições meteorológicas têm se mostrado favoráveis às lavouras de soja. O desenvolvimento é vigoroso em razão das chuvas intercaladas com períodos de sol. No município foram plantados 23 mil hectares. A colheita está prevista iniciar a partir do dia 20 de março. Na área de atuação da cooperativa foram plantados 100 mil hectares.

NÚMEROS
A previsão é de que a Cotrisul receba 1,2 milhão sacos de 60 quilos de arroz, duzentos mil de milho e cinco milhões de soja. A Cotrisul atende produtores de Caçapava, Lavras, Santana da Boa Vista, Bagé, Canguçu, Cachoeira, São Sepé e Pinheiro Machado.

TARDE DE CAMPO
Na tarde de quinta-feira, dia 16, a Cotrisul, juntamente com a Bayer CropScience, realizou a apresentação dos experimentos de avaliação de desempenho das principais cultivares de soja e milho adaptados na região.

O evento foi realizado na propriedade do associado Antônio Mariani, na BR 290, reunindo produtores associados da cooperativa. Os produtores receberam informações tecnológicas do que há de mais moderno de genética para a soja. Os participantes foram divididos em grupos e puderam acompanhar a apresentação do portfólio de produtos para manejo da soja da Bayer.

Segundo Jaime Dalmazo, a Tarde de Campo tem por objetivo demonstrar aos produtores as novas tecnologias aplicadas à produção de soja e milho, adaptados a nossa região, que estão evoluindo a cada ano e trazendo melhores resultados ao produtor rural.

 

Sobre o(a) Autor(a)

Previsão do Tempo

TV Gazeta – Mil Edições