Select Page

Passeio fotográfico no Parque da Fonte do Mato

Quem visita o Parque Municipal da Fonte do Mato, no centro de Caçapava do Sul, fica admirado com as obras de revitalização do espaço público em Caçapava: pórtico, quiosque de informações turísticas, anfiteatro ao ar livre, pista coberta de rejeito das caieiras para caminhadas, bancos e passarelas feitas com madeira rústica.

A paisagem é bonita e agradável, um lugar especial para contemplar a natureza, tomar chimarrão com os amigos ou namorar. No entanto, o cheiro do esgoto que corre à céu aberto é sentido quando nos aproximamos das passarelas por onde corre um riacho.

Chegando no anfiteatro ao ar livre é possível ver a ação dos vândalos com suas pichações. O que ainda não se vê instalado são os equipamentos infantis no playground que constavam do projeto original divulgado pela Prefeitura em 2014.

Uma placa colocada próximo ao pórtico informa que a obra com recursos federais foi orçada em R$ 408.946,40, teve início em 11 abril de 2014 e o prazo para conclusão era de 200 dias. A empresa Moro Construções de São Sepé deu por concluída a obra no mês passado, no entanto, até hoje o Parque Municipal da Fonte do Mato não foi entregue a comunidade.

Segundo o Secretário de Planejamento Flávio Monteiro, a empresa entregou a obra, agora falta os fiscais da Caixa Econômica Federal vistoriarem o local para conferir se a revitalização foi executada conforme previa o projeto.

– A Prefeitura está seguindo os trâmites normais de uma obra pública feita com recursos federais. Vamos entregar o espaço público para comunidade após os técnicos da Caixa aprovarem as obras. O prefeito pretende inaugurar o parque no mês de junho, mas tudo depende da liberação da Caixa.

A moradora Julene Oliveira Fassini, vizinha do parque, diz que o local já está sendo usado pela comunidade.

– Nos finais de semana o pessoal vem tomar chimarrão. Num domingo teve até show gospel, ouvia daqui. Acho que a Prefeitura deve providenciar a colocação de lixeira e um zelador para que não depredem o parque. Outra questão é a construção de uma barreira de contenção de água. Quando chove aumenta o volume de água do córrego, que está “roendo” meu terreno e poderá atingir minha casa. Já solicitei à Secretaria de Obras, mas até agora não fui atendida – reclama.

Por curtir atividades ao livre, o pensamento de preservar e tornar o local ainda mais prazeroso para visitar, um grupo de pessoas criou o “Amigos da Fonte do Mato”.

Segundo a psicóloga Débora Saldanha, a ideia surgiu durante uma visita ao local.

– O grupo surgiu com cerca de 10 integrantes. Depois o Facebook nos ajudou a divulgar o movimento e as pessoas foram aderindo. O grupo é aberto, queremos que as pessoas que tenham senso coletivo compartilhe suas atividades. Assim estamos estimulando os caçapavanos a frequentarem o parque e ajude a preservar o que é nosso, da população – disse.

A primeira ação do grupo foi providenciar toneis que serão reciclados e se transformarão em belas lixeiras.

– Durante um pic-nic coletivo, onde cada um levou algo para compartilhar, nasceram várias ideias que pretendemos colocar em prática em breve. Pensamos que a população tem que ser protagonista de sua cidade, por isso é que criamos o grupo – informa Débora.

(Clique na foto para ampliar)

Por Marcelo Marques / Gazeta de Caçapava

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade