Foto: Federico PARRA / AFP

Se dentro de campo as coisas não vão bem para o Grêmio, o mesmo não se pode dizer com relação às finanças. Depois de lucrar com as vendas de Everton Cebolinha para o Benfica e Diego Rosa ao Manchester City — além da transferência de Arthur, do Barcelona para a Juventus —, o Tricolor receberá uma nova quantia por conta da ida do volante Caçapavano Jailson para o futebol chinês.

Nesta quinta-feira (17), o jogador de 25 anos foi negociado pelo Fenerbahçe por 5 milhões de euros (pouco mais de R$ 31 milhões, pela atual cotação) para o Dalian Pro. Detentor de 20% dos direitos econômicos do atleta, o Tricolor ficará com 1 milhão de euros (cerca de R$ 6,2 milhões) com esta transação.

Revelado na base do Grêmio, Jailson defendeu o time profissional de 2016 a 2018, quando rumou para a Turquia. Na China, ele será comandado pelo técnico espanhol Rafael Benítez e terá como companheiro de equipe o meia eslovaco Hamsik.

Informações: Clic RBS