EDUCAÇÃO E CULTURA

Na segunda reportagem da série sobre as eleições municipais 2020 com os candidatos a prefeito, abordará os temas educação e cultura que são recorrentes para os Caçapavanos. A cada edição o jornal apresentará as principais propostas dos planos de governo dos candidatos a majoritária. Confira:

(Textos enviados pelos candidatos)


Darlan Freitas – PSB

Educação é amor, coletividade e rede. Em Caçapava, 90% dos estudantes do 9º ano não conseguem resolver problemas matemáticos. Em português, 70% das crianças não conseguem interpretar texto. Luto pela valorização dos profissionais da educação, pactuando um amplo acordo para correção de distorções com a categoria, projetos de formação continuada descentralizados, respeitando as características de cada comunidade escolar.

Criaremos o IDEC – Índice de Desenvolvimento da Educação Municipal. Aumentando as ferramentas de mensuração, faremos um planejamento em infraestrutura das escolas municipais. O projeto Jovens para o Futuro terá premiações para os estudantes mais pontuados da rede municipal, respeitando as proporcionalidades de cada unidade, em um sistema de avaliação por resultados escolares, engajamento comunitário e participação familiar. Para o EJA, criaremos um programa de qualificação profissional. Criação do curso Pré-ENEM gratuito para que mais jovens da rede pública municipal ingressem na universidade. Projeto Piloto de ampliação do horário das creches, para que as mães que trabalham em horário de comércio possam buscar seus filhos.

Escola Municipal de Arte e Cultura, que será viabilizada a partir de uma fundação oferecendo à comunidade atividades como música, dança, artes visuais, teatro, literatura, comunicação, empreendedorismo e musicoterapia, gerando emprego para os artistas locais. Implementaremos financiamento por editais para produção cultural e circulação do produto cultural. Não iremos paralisar ou acabar com o financiamento dos movimentos já consolidados, queremos ampliar o que já está dando resultado, democratizar o acesso para desenvolver a cultura com a valorização dos artistas do município.


Giovani Amestoy – PDT

Nós implantamos, na Escola Patrício Dias Ferreira, que tinha um dos piores índices de distorção idade/ano e evasão, a Escola de Turno Integral, com aulas extras – como educação em agronegócio – e que já foi destaque na região. A Escola Estadual Eliana Bassi de Melo, que seria fechada, foi assumida pelo município e será uma Escola de Turno Integral também, com aulas voltadas para o empreendedorismo.

Aumentamos o IDEB geral das Escolas Municipais de 4,9 para 5,3 nos Anos Iniciais e de 2,9 para 3,7 nos Anos Finais em 2019. Fizemos reformas e reparos em todas as Escolas do Município, além de reformar toda a EMEI Pedacinho de Gente – que havia sido interditada pelos Bombeiros, quando assumimos o Governo, por colocar as crianças em situação de risco – e recuperar o projeto da tão sonhada Creche da Vila Henriques, que, após 12 anos de espera da obra inacabada, foi finalizado e entregue para a comunidade, zerando a fila de espera de crianças de 0 a 5 anos por vagas em creches. Valorizamos os professores, dialogamos com Sindicatos e Comunidade Escolar e faremos ainda mais, como a criação da Central de Matrículas; ampliação no horário de funcionamento das EMEIs sem alterar carga horária dos servidores; a criação do Centro Municipal de Línguas; e a criação do Centro Multidisciplinar Educacional (que já está em fase de implantação com equoterapia).

Na Cultura, implantamos o projeto de criação do Parque da Cascata do Salso; o Centro de Informações Turísticas; o Arquivo Histórico Municipal; a Lei das Parcerias, que promoveu repasses de R$1.110.559,19 para as Organizações da Sociedade Civil; ampliamos Carnaval Regional; criaremos a Rota das Oliveiras Municipal; e seguiremos em parceria com artistas locais, valorizando seus trabalhos e artes em geral.


Rosane Abdala – PP

Nosso compromisso é com os alunos e professores. Queremos que os nossos estudantes recebam uma educação de qualidade. Por isso, vamos valorizar e cuidar dos profissionais da Educação. Vamos pagar o piso nacional do magistério e a integralização dos 4,06% que não foi pago em 2017. Além disso, vamos criar um Plano de Carreira para os monitores de Educação. Firmaremos também uma parceria com a Unipampa para cursos de mestrado e doutorado para o magistério municipal.

O projeto para a Educação também inclui retornar com os uniformes escolares, climatização das EMEIs e aumento da autonomia financeira das escolas; aumento das vagas da educação infantil; reativar o Centro de Atendimento Psico Pedagógico (CIPP), com psicólogos e psicopedagogos para atender alunos, professores e pais. Vamos, ainda, retomar o projeto Caçapavanos no Mundo, consolidando a parceria de intercâmbio com a Egali; incentivar e aprimorar os Jogos Escolares Municipais; investir em formação continuada dos professores dentro da sua área do conhecimento.

Já na área da Cultura, vamos criar um Departamento Tradicionalista com fortalecimento e apoio a Semana Farroupilha, entidades tradicionalistas e Grupo de Cavalgada Portal do Pampa. Vamos impulsionar o Turismo receptivo, com hospedagem, visitação e gastronomia e, em parceria com a SEDUC, incentivar a cultura do turismo nas Séries Iniciais. Iremos, ainda, criar um Núcleo de Projetos com o objetivo de captação de recursos através da Lei Rouanet, Pró-Cultura RS e LIC; apoiar a eventos do automobilismo e arrancadão; incluir, no Calendário de Eventos do Município, o Encontro Anual de Música Gospel e o Encontro dos Rebaixados e, também, desenvolver ações para fortalecer o Carnaval Municipal.


Taschetto – MDB

Para a Educação e Cultura, o plano de governo do Taschetto e do Marcelo contempla várias ações. Entre elas, destaca-se a valorização dos profissionais e ampliação do horário das EMEIs (creches) para que os pais consigam buscar seus filhos após o horário de trabalho.

O programa Escola Conectada também é uma ação prevista, visando a melhoria na estrutura física e dos equipamentos da escolas, contemplando a instalação de internet em todas elas a fim de possibilitar a pesquisa e a integração da comunidade escolar com as novas tecnologias. Outro projeto a ser implantado é o Anjo dos Bichos, conscientizando sobre a proteção dos animais e do meio ambiente.

Já na área cultural, será elaborado do Plano do Patrimônio Histórico e Cultural para bens materiais do município. Também serão valorizadas e incentivadas as manifestações e a pluralidade cultural dos moradores da cidade, fomentando projetos culturais de música, danças, arte popular e arte de rua. O plano de governo prevê ainda a utilização e conservação dos espaços públicos para a realização de atividades culturais.

Serão incentivadas parcerias com universidades, iniciativa privada e a população para o controle, o monitoramento e a execução de obras no patrimônio cultural e histórico edificado, bem como a divulgação dos eventos culturais nas escolas, associações e museus por meio da parceria entre as secretarias de Cultura, Turismo e Educação, incentivando a participação da comunidade em eventos culturais, folclóricos e de danças que já constam no calendário oficial do Município, unindo esforços para sua ampliação em razão do seu cunho social e turístico.


Coronel Tiaraju – PL

Promover a qualidade do Ensino Municipal através de decisões coesas, com diálogo e qualificação dos gestores e coordenadores pedagógicos, assim como em todos os segmentos da comunidade escolar; Valorizar o magistério público municipal através do salário adequado (pagaremos o piso nacional) e vale alimentação digno, de acordo com os recursos disponíveis para este fim;Transferir a administração dos Ginásios Municipais para a Secretaria da Educação, disponibilizando estagiários de Educação Física para desenvolver projetos a fim de promover o uso coletivo destes espaços;

Implantar o ensino agrícola na Escola Municipal de Ensino Fundamental Patrício Dias Ferreira; Buscar parceria, junto ao Sindicato dos Professores, para o desenvolvimento de projetos que ampliem as condições para cursos de formação;

Contribuir para a construção da sede do Sindicato da categoria; Implantar uma escola cívico-militar em parceria com o Governo Federal; Instalar internet com ponto de Wi-Fi nas escolas onde haja viabilidade técnica; Implantar uma clínica com atendimento especializado, contando com as áreas de Fonoaudiologia, Psicologia e Psicoterapia para atendimento aos alunos da rede municipal e aos moradores do Abrigo Bem-me-quer. Transferir a Diretoria de Cultura para a SEDUC a fim de otimizar as ações complementares de Educação e Cultura que hoje se dispersam por duas pastas distintas.


Toninho Rodrigues – PT

Nossa gestão terá como prioridade a área da Educação e Cultura, tendo como referência eixos inter-relacionados que permitirão implementar ações para o enfrentamento de graves problemas educacionais, como a desigualdade de oportunidades, o analfabetismo, a exclusão, o fracasso escolar e os baixos índices de escolarização da população, entre outros.

Uma gestão pública comprometida com a garantia dos direitos, da justiça social e da democracia deve definir e executar sua política educacional coerente com os princípios de universalização, inclusão, qualidade social e democratização da gestão.

As principais propostas são: ampliar o atendimento às crianças de 0 a 3 anos de idade, proporcionando atendimento das creches até às 19 horas e uma creche noturna; ampliar a oferta de turmas regulares para jovens e adultos, contribuindo para a elevação dos níveis de escolarização da população com mais de 14 anos, fomentando a participação dos alunos no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PROMATEC); e criar um Programa de Inclusão Digital, com a possibilidade de produção e difusão do conhecimento e o acesso às ferramentas digitais para todos os alunos.

A ideia é articular a cultura com as estruturas de turismo, comunicação, educação e esportes e lazer, sempre guardando a autonomia de cada um desses setores. Para a atuação conjunta, sugerimos a criação de comitês de gestão dos diversos órgãos que possam ter interface com a área cultural. Investir na formação cultural, abrangendo as diversas linguagens artísticas, com atividades voltadas para diferentes grupos, alcançando as comunidades das regiões periféricas da cidade.