Selecione a página

Festa do Azeite de Oliva: primeiro dia movimenta a cidade

Festa do Azeite de Oliva: primeiro dia movimenta a cidade

Por Tisa de Oliveira/Especial

Um dia típico de outono: chuva fina, árvores com as folhas secas – algumas caídas no chão – e as torres da Igreja Matriz encobertas pela cerração. Assim foi o primeiro dia da Festa do Azeite de Oliva, que acontece neste final de semana, em Caçapava.

A presença do vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Republicanos), do governador Ranolfo Vieira Júnior (PSDB), do ex-governador Eduardo Leite (PSDB), do prefeito Giovani Amestoy (PDT), do presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), Renato Fernandes, da presidente da Associação dos Olivicultores do Sul do Brasil (Olisul), Rosane Abdala, e do diretor do Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Otomar Vivian, assim como de autoridades locais e da região, de empresários e de produtores movimentou o Largo Farroupilha.

Já as soberanas e anfitriãs da festa, Karine Trindade (rainha), Ana Constante (princesa) e Bruna Meireles (miss simpatia) abrilhantaram o dia. Elas acompanharam as comitivas, esbanjando elegância e carisma.

Esta não é a primeira visita de Hamilton Mourão a Caçapava

Engana-se quem pensa que esta foi a primeira vez que Hamilton Mourão esteve em Caçapava. Ocupando o cargo de vice-presidente, sim, mas, quando jovem, na época em que almejava carreira militar, ele era mais um rapaz entre tantos outros trajando smoking no Baile de Debutantes do Clube União.

O ano era 1971. Mourão morava em Bagé, mas estudava em Porto Alegre. Frequentava as cidades vizinhas, como Lavras e Caçapava, e fazia amizades por onde passava.

O pampa gaúcho não é desconhecido para o vice-presidente, mas diferente daquela época, hoje, aqui florescem oliveiras e se produz azeite da mais alta qualidade.

– Os caçapavanos transformaram a região, que tinha outra vocação, e a produção de azeite de oliva vai nos colocar em outro patamar. Porém, precisamos lutar ombro a ombro. Produzir reformas estruturantes e ejetar concreto na coluna fiscal e da produtividade. Melhorando o sistema tributário, a infraestrutura, a maneira de se produzir. Desburocratizar e desregulamentar os três níveis de governo. Temos que buscar soluções para a estiagem, um problema recorrente, ano após ano. Sistemas de irrigação que tenhamos condições de reter água para momentos de escassez. Que os produtores façam mais com menos – avalia o vice-presidente.

Crédito: Catherine Vargas

Agenda do governador na cidade

O governador Ranolfo Vieira Júnior participou da Festa acompanhado de secretários de Estado. Durante a tarde, ele participou de quatro reuniões: a primeira com o prefeito Giovani Amestoy e secretários para tratar demandas municipais, contratos e convênios; a segunda com representantes do Sindicato das Indústrias de Calcário; a terceira com representantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), responsáveis pelo Geoparque de Caçapava; e a quarta e última, com representantes da Olisul, encontro que teve como proposta buscar fomentos do Estado para a olivicultura.

Rigor na segurança

O município e o Estado tiveram que se adequar aos protocolos do Governo Federal. Todas as ações que envolveram o vice-presidente foram definidas por sua assessoria de imprensa e sua segurança.

Hamilton Mourão tem quatro equipes com funções diferentes, cada uma delas formada por 20 pessoas. Os profissionais responsáveis pela segurança, da Polícia Federal e do Exército, chegaram a Santa Maria na segunda-feira, dia 23. No mesmo dia, dirigiram-se a Caçapava. Eles ainda estiveram na cidade na quarta e na quinta. Na manhã de hoje, antes da chegada do vice-presidente, realizaram três varreduras no Clube União e no entorno. Mourão desembarcou na Base Aérea de Santa Maria e viajou de carro até Caçapava.

Já a equipe do governador Ranolfo Vieira Júnior conta com 30 assistentes, entre seguranças e assessores. Eduardo Leite tem uma equipe mais reduzida: são apenas seis pessoas.

Exigências

Entre as exigências feitas pela assessoria do vice-presidente Hamilton Mourão, o acesso pela entrada principal do clube devia ser somente para as autoridades principais, aquelas que estariam com ele no palco. As demais autoridades, vereadores, deputados e empresários, puderam acessar o salão principal por uma entrada secundária.

A pontualidade da cerimônia merece destaque. Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, os horários foram cronometrados e o vice-presidente adentrou o salão do Clube União, às 11h45min, conforme divulgado na programação, mesmo com algumas cadeiras vazias.

Apesar da cordialidade de Hamilton Mourão com os jornalistas, a imprensa não teve acesso à visita dele ao deck gastronômico e aos estandes. E foi retirada do clube assim que os discursos se encerraram. A assessoria do vice-presidente foi quem determinou e se encarregou disso, a contragosto da Comunicação da Prefeitura, que se desculpou pelo inconveniente e justificou tal ação informando que, no almoço, não seria permitido nenhum tipo de registro.

Comida campeira para autoridades e convidados

O almoço, regado – é claro – com o nosso azeite de oliva, incluiu comida campeira: arroz carreteiro feito em panela de ferro no fogão à lenha, mandioca, e churrasco de ovelha e de gado formaram o cardápio da festa.

A Center Churrascaria serviu às autoridades e aos convidados. O preparo aconteceu na churrascaria e os pratos foram transportados até o Clube. A cozinha tinha uma equipe de 20 funcionários que preparam o almoço para 300 pessoas.

A Festa do Azeite de Oliva está acontecendo no Largo Farroupilha e vai até domingo. Além do deck gastronômico e dos estantes do Geoparque, os shows prometem movimentar o local.

Confira a programação completa para amanhã e domingo:

Sábado, dia 28

10h – Palestra sobre Cultivo de Oliveiras, com Edison Dorneles – Emater – Clube União Caçapava

11h – Palestra sobre Turismo em Caçapava do Sul – Stener Camargo – secretário de Cultura e Turismo de Caçapava – Clube União Caçapavana

14h – Palestra: Geoparque Caçapava do Sul, o que é e sua importância –Professor André Borba – Geoparque/UFSM – Unipampa – Clube União Caçapavana

17h30min – Duda e Pety – MPB – Palco Gastronômico

18h – Grupo Rolêzin – pagode – Palco Principal

18h45min – Estela La Bella – sertanejo – Palco Principal

20h – Comunidade Nin-Jitsu – rock gaúcho – Palco Principal

21h15min – Mfunk – Palco Principal

22h15min – Chimarruts – reggae – Palco Principal

Domingo, dia 29

10h – Azeite Experience, com a expert em azeite Perola Polillo. Degustação para 30 pessoas, mediante inscrição, que será aberta 30 minutos antes do evento, na entrada do Clube União.

11h30min – Tela Class – rock – Palco Gastronômico

13h – Pra ti Vê – pagode – Palco Gastronômico

14h30min – Invernada do CTG Sentinela do Forte

15h30min – Bonecos da Montanha – teatro infantil – Palco Principal

16h15min – Jairo Lambari Fernandes – nativista – Palco Principal

17h30min – Dante Ramon Ledesma – nativista – Palco Principal

18h45min – Lênin e William – sertanejo – Palco Gastronômico

Fotos: Tisa de Oliveira/Especial

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade