O prefeito Giovani Amestoy realizou uma coletiva de imprensa online na tarde de hoje, dia 17, para anunciar um memorando de entendimento entre a prefeitura de Caçapava e a Fundação Butantan para a aquisição de 50 mil doses da vacina contra a Covid-19. O investimento estimado pelo município é de quase R$3 milhões.

O documento, que será entregue à Fundação Butantan e levado pelo prefeito ao Ministério da Saúde, em Brasília, na próxima semana, tem o objetivo de manifestar a intenção de comprar as doses para vacinar toda a população caçapavana tão logo elas sejam disponibilizadas aos municípios, o que deve ocorrer a partir de janeiro de 2021.

– Há uma série de desinformações aos municípios, sem garantia de quantas vacinas, de quem receberá e a partir de quando. Por isso, Caçapava do Sul está se adiantando para garantir estas doses à população – declarou Amestoy.

Também nesta viagem à capital federal, Amestoy terá reuniões em outros ministérios em busca de recursos atrasados destinados à Caçapava e de novos recursos para o desenvolvimento do município, que está, como outros, em situação de calamidade pública por conta da pandemia.

Na coletiva de imprensa, o prefeito ainda anunciou que será terceirizada a contratação de quatro médicos para atuarem nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs) para suprir a falta de profissionais que está ocorrendo em virtude de pedidos de afastamento e de aposentadorias.