Select Page

Memória do Futebol – G. E. Floriano – Nilvo Dorneles

Memória do Futebol – G. E. Floriano – Nilvo Dorneles

O Grêmio Esportivo Floriano, fundado em sete de setembro de 1955 a partir de uma fusão dos times Fronteira e Cruzeiro, é um dos clubes mais tradicionais de nossa cidade. Juntamente com Caçapava, Aymoré e Gaúcho, integrou o famoso “Quarteto de Ouro” de nosso futebol.

Durante treze anos, de 1955 até 1967, o Floriano participou ativamente da vida esportiva da cidade, disputando todas as competições municipais em pé de igualdade com os demais clubes. Neste período disputou, também, várias competições intermunicipais, sempre honrando o futebol de Caçapava do Sul.

Ao final de 1967, aconteceu a filiação dos clubes locais à Federação Gaúcha de Futebol – FGF. O Floriano não acompanhou os demais clubes e, por isso, ficou impedido de participar das disputas oficiais da FGF. Esta situação perdurou até o ano de 1970, quando o clube parou completamente fechando suas portas.

O Sr. Arcelino Reis da Rosa (Seu Reizinho), um dos próceres do clube, nunca aceitou o fato do Floriano ter encerrado suas atividades e, por isso, em 1975 iniciou um movimento pela volta aos gramados do seu time do coração.Não demorou muito e Seu Reizinho conseguiu a adesão de antigos companheiros e o reerguimento florianista foi um fato logo consumado. Uma campanha de angariação de fundos foi levada a efeito e muitos torcedores anilados colaboraram. Novo fardamento foi comprado, jogadores foram convidados, filiaram o clube à FGF e o Floriano ficou pronto para voltar aos gramados.

E assim, a vinte e cinco de janeiro de 1976, após seis anos de ausência, o Floriano voltava a disputar uma partida de futebol. O jogo foi uma partida amistosa contra o Sans-Soucy, uma equipe amadora da cidade de Guaíba pertencente a uma indústria daquele município. O jogo principal foi antecedido por um amistoso entre veteranos do Floriano e o quadro reserva da equipe guaibense.

Os resultados dos dois jogos? Bom, segundo o jornal “O Sentinela” em sua edição posterior ao jogo, isso é o que menos importou. Seu editorial assim comentava: “O resultado é pouco importante. O importante é que o Floriano voltou a participar do futebol local e, por isso, merece o reconhecimento, o apoio e o carinho da torcida caçapavana”.

A foto mostra a formação base do Floriano no ano de 1961:
Em pé:Jurandir Costa, Galego, Zelaine, Baio, Juraci, Telmo.
Agachados: Eli Cassol, Santinho Pazinato, Euclides, Juraci Costa, Juarez.

 

Sobre o(a) Autor(a)

Curta nossa página

Confira nas Bancas

Publicidade

Publicidade