Caçapava do Sul tem ganhado destaque no cenário do automobilismo nacional. Aos 37 anos de idade, o piloto Guilherme Reischl vem colecionando troféus pelas pistas onde passa. Só nesta temporada foram seis conquistas diferentes. No Brasileiro de Marcas, onde compete pela equipe Blau Motorsport a bordo de um Chevrolet Cruze, foram três pódios (dois segundos lugares e um terceiro lugar). Já na Porsche GT3 Cup, Reischl acelera o modelo GT3 4.0 e já amealhou três conquistas nas seis provas do campeonato.

“O ano de 2018 está sendo realmente muito bom. Estou feliz pela evolução que temos apresentado nas duas categorias onde estou competindo. Na Porsche, por exemplo, estou em minha segunda temporada e, depois de passar 2017 aprendendo sobre o carro e a competição, já estou conseguindo me destacar no meio de vários pilotos de altíssimo nível e bastante experiência”, disse Reischl

Hoje, Reischl é o quarto colocado na tabela da Porsche GT3 Cup na categoria 4.0 com 60 pontos somados. O líder da competição é Sylvio de Barros, que venceu quatro corridas no ano já disparou na liderança, com 111 pontos. Mas, se brigar pelo título na Porsche parece complicado, o mesmo não se pode dizer do Brasileiro de Marcas, categoria que reúne as principais montadoras do país e já teve no grid astros da F1 como Rubens Barrichello e Ricardo Zonta.

Passadas as três primeiras etapas do campeonato, Reischl lidera a categoria Trophy, destinada aos estreantes na competição, com 66 pontos somados. Dois a mais que o segudo colocado Enrico Bucci. Já na geral, que reúne todos os pilotos do grid, o piloto da Caçapava do Sul aparece em segundo lugar, apenas 18 pontos atrás do atual campeão Vicente Orige.

“Estou muito feliz com este início de carreira no Brasileiro de Marcas. Vários nomes de peso da Stock Car também já passaram por lá e, por isso, escrever meu nome na história de uma competição onde já estiveram grandes astros é algo realmente especial. Mesmo começando este ano, o objetivo é tentar brigar pelo título de estreantes e geral e, se mantivermos essa regularidade das primeiras provas, tenho certeza de que vamos chegar ao final do ano mirando essas duas conquistas”, disse o piloto que se orgulha de levar as cores de Caçapava do Sul para todo o país.

“Nós gaúchos sempre tivemos uma história muito forte no automobilismo brasileiro, com vários nomes de destaque em diversas categorias. Mas nunca tivemos alguém de Caçapava do Sul com resultados expressivos no cenário nacional e estou feliz de poder começar a desbravar este cenário, evidenciando a cidade que, como todas as cidades do sul do país, está cheia de pessoas apaixonadas por automobilismo”, finalizou Reischl.

Por Bruno Monteiro – Império Agecom
Fotos: Divulgação