A chefe da Inspetoria Veterinária, Nathalia de Bem Bidone, alertou na terça-feira, dia 31, que neste ano, os cavalarianos que pretendem desfilar na Semana Farroupilha deverão apresentar o atestado de vacinação contra a lnfluenza Equina para fins de emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA).

– A norma consta na Instrução número 3 de 1º de março, publicada no Diário Oficial do Estado, devido a necessidade de preservar as condições sanitárias do rebanho equídeo gaúcho – disse.

Conforme a Instrução, é obrigatória a apresentação do atestado de vacinação contra lnfluenza Equina para fins de movimentação de cavalos, com idade superior a seis meses, para a participação em eventos com aglomeração de animais (exposições, leilões, feiras, remates, rodeios, esporte entre outras).

No atestado de vacinação contra lnfluenza Equina deverá constar a resenha do animal, número do lote da vacina, sua partida e data de validade, bem como a data da realização da vacinação, selo da vacina ou assinatura e carimbo de médico veterinário.

– Cabe lembrar que prazo de carência pós-vacinação contra lnfluenza Equina é de 21 dias para movimentação de equídeos. Então quem pretende desfilar ou participar das atividades campeiras, deverão vacinar os animais até 21 dias antes do início da Semana Farroupilha –ressaltou a chefe da Inspetoria.

Agora para obter a Guia de Trânsito Animal(GTA)é necessário apresentar na Inspetoria Veterinária os exames negativos de mormo, exame negativo de anemia infecciosa e os atestados de sanidade ou de vacinação de lnfluenza Equina.