Selecione a página

“No prosigas, que te engaña el gran burlador de España”

“No prosigas, que te engaña el gran burlador de España”

“Sevilla a voces me llama

el burlador, y el mayor

gusto que me puede haber

es burlar una mujer

y dejarla sin honor” (Molina, 2007)

Tanto o título quanto a epígrafe foram retirados de El burlador de Sevilla y convidado de piedra, peça de teatro do espanhol Tirso de Molina, datada de aproximadamente 1616 (MARSIMIAN in. MOLINA, 2007, p. 8). As reproduzo aqui para que se tenha uma boa ideia do perfil de Don Juan Tenorio, o burlador.

Mas antes de falar sobre o livro, é preciso entender como os termos burlador e burla são empregados na peça. Burlador é mais tranquilo: em português, tem um sentido de trapaceiro, e pode-se entender seu uso nessa acepção. Já ‘burla’, em espanhol, pode ser sinônimo de broma; em português, brincadeira. Porém, em El burlador de Sevilla y convidado de piedra, as burlas de Don Juan não têm nada de brincadeira.

Tudo começa com ele e a duquesa italiana Isabela. Eles estão no palácio do rei de Nápoles, à noite. Logo sabemos que Don Juan, passando-se pelo duque Octavio – por quem Isabela é apaixonada – havia desonrado a duquesa. Imagino que todos saibam o que isso significa, o problema que causava a uma moça, e a vergonha que sentia sua família.

Ao descobrir-se enganada, Isabela começa a gritar, despertando a atenção do rei, que chama por sua guarda. Quem também aparece é Don Pedro Tenorio, embaixador da Espanha e tio de Don Juan. A ele, o rei ordena que prenda o homem que invadiu seu castelo, mas, ao descobrir que se trata do sobrinho, Don Pedro auxilia-o na fuga.

Quando o rei encontra novamente o embaixador, este lhe conta que o homem conseguiu escapar e que Isabela diz se tratar do duque Octavio. O rei, então, ordena que o espanhol o prenda.

Enquanto isso, Don Juan volta para a Espanha com a intenção de chegar a Sevilha. No caminho, ele conhece a pescadora Tisbea, que o socorre quando ele sai das águas em que se afogava, carregado por seu criado, Catalinón. Encantado com a beleza de Tisbea, Don Juan deseja fazer a ela o mesmo que a Isabela. Conseguirá Tisbea escapar? E duque Octavio pagará o pecado de outro? Ou Don Juan encontrará seu castigo?

 

Referência:

MOLINA, Tirso de. El burlador de Sevilla y convidado de piedra. 1ed. Buenos Aires: Longseller, 2007. 192p. (Clásicos de Siempre. Teatro dirigida por Diana Blumfeld)

Sobre o autor

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade