Select Page

Juíza ouve partes envolvidas na polêmica do programa Pampa Debate

Juíza ouve partes envolvidas na polêmica do programa Pampa Debate

Na terça-feira, dia 26 de setembro, às 18h, no Fórum de Caçapava do Sul, foi realizada a Audiência de Instrução sobre o polêmico programa Pampa Debate, da TV Pampa de Porto Alegre, exibido em 16 de novembro de 2016.

A Juíza Leiga, Gabriela Salim Figueiró, do Juizado Especial Cível (JEC), ouviu professores e servidores da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), o representante da emissora, o médico Luiz Pereira Lima, o vereador da capital e ex-jogador de futebol Cassiá Carpes.

Ao total, docentes e funcionários da universidade ingressaram com seis pedidos de Dano Moral. Por se tratar do mesmo fato, as audiências ocorreram de forma conjunta.

Também foram entregues documentos para serem anexados ao processo movido contra o canal de televisão e os debatedores. No programa, eles fazem fortes críticas à instalação da Unipampa na Metade Sul do Estado, principalmente aos professores do Campus Caçapava.

Agora, a Justiça Estadual terá 30 dias para analisar o processo. Neste período, a Juíza designada para o caso deve emitir o parecer final. Após, a Juíza de Direito Paula Maurícia Brun deverá homologar ou não a decisão, sendo assim, ela poderá homologar nova decisão. Ainda caberá recurso.

O FATO

Em dado momento do programa, um dos convidados, o médico Luiz Pereira Lima, fala da aparência dos professores de geologia e questiona a capacidade intelectual dos professores do Campus Caçapava.

A repercussão foi tanta que o vídeo foi retirado do ar no site da Rede Pampa. Porém nas redes sociais teve milhares de visualizações.

No dia 04 de abril de 2017, a universidade emitiu nota sobre o caso. O Reitor Marco Antonio Fontoura Hansen, informou que a Procuradoria Federal providenciou o ingresso de ações na justiça.

Gazeta de Caçapava
27.09.2017 – 16:52

Sobre o(a) Autor(a)

Ganhadores do Mérito

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade