Select Page

Mais de mil obras de arte no Google Arts & Culture

Mais de mil obras de arte no Google Arts & Culture

Morgan’s Raiders Capturing a Train
Frederic Remingtonca. 1895

 

Uma foto da família imperial na varanda da casa da princesa Isabel, em Petrópolis, feita por Otto Hess. As jóias, as pinturas, a carta de D. Pedro I a seu pai anunciando a independência do Brasil. A partir de hoje, as coleções de cinco museus gerenciados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) estão disponíveis no Google Arts & Culture.

Ao todo, são mais de 1.300 obras de arte e 18 exposições virtuais entre o acervo digitalizado do Museu Lasar Segall, Museu Histórico Nacional, Museus Castro Maya, Museu Nacional de Belas Artes e Museu Imperial. O Ibram é responsável por 30 museus espalhados pelo Brasil, e este projeto é o primeiro passo para disponibilizar digitalmente, para as pessoas do mundo todo, algumas das maiores riquezas culturais do Brasil.

Esta colaboração entre o Ibram e o Google significa unir tecnologia de ponta à história e à arte, e dar apoio aos museus em seus propósitos de levar cultura a ainda mais pessoas. Nesta primeira fase, mais de 450 obras foram capturadas com a Art Camera do Google, uma câmera capaz de digitalizar com uma super-resolução e revelar detalhes que poderiam passar despercebidos a olho a nu.

[Ex-voto da] Batalha dos Guararapes é uma das mais de 450 obras capturadas pelo Art Camera


[Ex-voto da] Batalha dos Guararapes é uma das mais de 450 obras capturadas pelo Art Camera
Pessoas de diferentes países agora podem visitar o quadro mais icônico de Lasar Segall, o “Navio de Emigrantes”, o “Nu deitado”, de Di Cavalcanti, “Recado Difícil”, de José Ferraz de Almeida Júnior ou o “Panorama do Rio de Janeiro”, entre tantos outros que estão disponíveis pela primeira vez por meio de celulares, tablets ou dos computadores de casa.

O Google Arts & Culture, juntamente com os parceiros, coloca os maiores tesouros do mundo disponíveis para todos. Museus, instituições, arte e cultura a um clique de distância para quem quiser viajar pelos quatro cantos do mundo do sofá de casa.

 

Por Alessandro Germano
Diretor de parcerias estratégicas do Google para a América Latina

Sobre o(a) Autor(a)

TV Gazeta

Últimos resultados