Select Page

Memória do Futebol – Praças de Esportes – Nilvo Torres Dorneles

Memória do Futebol – Praças de Esportes – Nilvo Torres Dorneles

Na década de 40, em Caçapava do Sul havia duas praças de esportes em condições de receber partidas de futebol: o Campo do Engenho do Caçapava Futebol Clube e o Campo do Esporte Clube Gaúcho. Estes dois campos, se não eram um primor, pelo menos satisfaziam as exigências da época.

Em julho de 1947 o gramado do Campo do Engenho passou por grandes melhoramentos. A comissão encarregada das obras, tendo à frente o Sr. Dagoberto Barcellos e o Dr. Francisco Lobato, apresentou a Liga de Futebol as obras a serem implantadas, em reunião realizada dia 19 de julho de 1947.

As principais obras foram as roçadas e a instalação de uma linha de bancos de madeira, na parte onde se concentrava a maior parte dos torcedores, ao longo da linha lateral do gramado. Os acentos eram vendidos e os compradores tinham a vantagem de poder assistir aos jogos sentados e sem ninguém a sua frente. Outra finalidade desta linha era impedir a invasão do gramado pelos torcedores que, costumeiramente, se comprimiam na lateral do gramado.

Neste mesmo ano de 1947, foi instalada uma Comissão Pró-Estadium, responsável pela construção do estádio municipal. Esta comissão contou com grande colaboração do Prefeito Municipal Dr. Faria Lima, o qual cedeu uma turma de trabalhadores para esse serviço. O encarregado das obras foi o Sr. Pedro Leandro Ferreira, então Secretário Municipal de Obras Públicas.

Em 11 de julho de 1948 foi realizado um clássico CARÉ de juvenis no Campo do Gaúcho. O dérbi foi vencido pela equipe do Caçapava pelo placar de 4 x 2, gols de Baltezam 2, João e Fernando 1 cada, descontando Rui com 2 gols para o Aymoré. A curiosidade desta partida foi o descrito pela página esportiva do Jornal Folha do Sul, em sua edição de 17/07/1948; “É melhor jogar no campo do Gaúcho do que esperar que a Prefeitura construa o prometido Estadium. Basta cortar as carquejas e diminuir uma grande área que está maior do que a outra”.

Vejam, então, que a ideia de construir um estádio municipal remonta ao ano de 1947. A perspectiva da Administração Municipal da época era deixar quase tudo pronto, possibilitando sua inauguração em 1948. Porém, o anseio dos desportistas locais somente seria satisfeito em 1955 quando, finalmente, foi inaugurado o Estádio Municipal, que mais tarde recebeu o nome do ex-prefeito Aristides Dias de Macedo.

Nilvo Torres Dorneles

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade