Select Page

Mulher é julgada por omissão na morte de criança

Mulher é julgada por omissão na morte de criança

Júri Popular ocorreu no fórum local na terça-feira, dia 21
Foto: Arquivo/Gazeta


Aconteceu na terça-feira, dia 21, o Júri Popular de Fernanda de Cássia Nunes de Nunes, julgada por omissão na morte do sobrinho, vítima de espancamento.A acusação foi feita pelo promotor de justiça, Diogo Gomes Taborda.A juíza Paula Maurícia Brum presidiu a sessão.

O crime aconteceu em maio de 2011. Lucas, que tinha três anos, foi jogado na parede e agredido por Rogério Xavier Araújo, companheiro de Fernanda. O casal tinha a guarda da criança.

O menino morreu em decorrência de hemorragia interna, após passar a noite com convulsões, dores e sem atendimento. Em 2012, Araújo foi condenado há 19 anos e seis meses de prisão em regime fechado.
Na sessão, o Tribunal do Júri absolveu Fernanda. A defesa da ré foi feita pelo Defensor Público, José Salvador Cabral Marques.

Sobre o(a) Autor(a)

Ganhadores do Mérito

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade