Padre Marcos será o novo Vigário da Paróquia
Foto: Magali Drachler/Divulgação

O padre Marcos Eichner, 47 anos, será transferido de Arroio do Tigre para Caçapava no dia 31 deste mês. Ele será o Vigário da paróquia, uma vez que, o atual, padre Antônio Hermes, será o Pároco de Caçapava em substituição ao padre RudineiLasch, que foi escolhido coordenadorRegional dos Presbíteros do RS, em Santa Maria.
Na segunda-feira, dia 10, padre Marcos foi homenageado na Câmara de Vereadores de Arroio do Tigre pelos relevantes serviços prestados a comunidade.

Marcos Antônio Eichner, nasceu em 13 de julho de 1971, em Arroio do Tigre, é filho de Hilário Eichner e Eugênia RechEichner. Cursou o ensino fundamental e médio no Colégio Sagrado Coração de Jesus. Fez curso superior no Seminário em Cachoeira. Ordenou-se Padre no dia 28 de dezembro, na Igreja Matriz Sagrada Família de Arroio do Tigre.

No período de 2003 a 2010, trabalhou em Cachoeira. Em fevereiro de 2010, assumiu como Vigário e em 9 de janeiro de 2011, tornou-se Pároco em sua terra natal.

Trocou Ave Maria por hino do Grêmio
Atendendo a pedidos da comunidade, o padre Marcos inovou na hora da Ave Maria. Às 18 horas, do dia 29 de novembro do ano passado, quando os sinos da igreja anunciaram o fim do dia, ecoou pelo centro de Arroio do Tigre o hino do Grêmio.

No dia do jogo entre Grêmio e Lanús, pela final da Libertadores, por volta das 17h55min, chegou à sacristia um CD com o hino do Tricolor. Depois das seis badaladas que marcam a hora, as cornetas da torre distribuíram o som do hino do Grêmio e perto da meia-noite, quando o jogo acabou, ele tocou de novo.

Por Marcelo Marques / Gazeta de Caçapava