Select Page

OPINIÃO – O Silêncio dos Cordeiros – Gastão Heberle

OPINIÃO – O Silêncio dos Cordeiros – Gastão Heberle

Na toma de posse o prefeito pediu a colaboração da população para enfrentar a crise econômica e os desafios da nova administração. Um pedido humilde e de sentido comum.

Um dos motivos da derrota do Coronel foi a invasão de lixo que sacrificou a cidade no final do seu mandato. Hoje, mais do que nunca, a cidade foi invadida por uma nova praga de poluição, o lixo sonoro insuportável produzido por eminentes instituições como Clubes, farmácias, igrejas e lojas que utilizam motos e carros para divulgar seus produtos e festas.

As lojas, além de competir em ruído com as suas concorrentes, ocupam as calçadas como se fossem de sua propriedade.

Sem gastar dinheiro, simplesmente aplicando as normativas e o bom senso, a prefeitura poderia melhorar em muito a vida dos cidadãos, ainda mais se exigisse aos proprietários o conserto das calçadas e das dos imóveis que ela mesma ocupa.

As administrações passadas se caracterizam por desprezar olimpicamente o patrimônio arquitetônico e artístico da cidade. Os cidadãos pedem encarecidamente que não se deixem cair as poucas casas e casarões que fazem parte do passado histórico da cidade. Se esse descaso continuar, este governo também será incluído na história universal da infâmia.

A população também poderia atuar diretamente deixando de comprar nesses estabelecimentos que infernizam a sua vida e dentro de quatro anos apoiar ou castigar aos políticos que agora começam o seu mandato.

Quanto aos bairros vilas populares e quanto ao interior do município, todos sabemos que não existem.

Gastão Heberle

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade