Os trabalhos de organização da 12ª Festa Mundial do Folclore estão intensos. Os Chimangos preparam o evento que ocorrerá de 22 a 31 de julho deste ano. Os principais espetáculos acontecem no Ginásio de Esportes e Cultura “Ciro Carlos de Melo” (Melão), nos dias 27 e 28, em Caçapava do Sul.

Estão confirmadas as presenças de grupos vindos da Argentina, Áustria, Chile e Uruguai. Serão cerca de 170 amigos que estarão hospedados nas casas de famílias caçapavanas e trarão sua arte e cultura para um intercâmbio cultural.
Os Chimangos preparam sua participação, representando o Brasil, com ensaios para criar um novo quadro de danças que será apresentado no Festival. É um exaustivo e prazeroso trabalho que os integrantes do grupo realizam com ensaios durante a semana e também nos finais de semana.

A Festa e Os Chimangos
O Grupo de Arte Nativa “Os Chimangos” foi fundado em 23 de outubro de 1977, por oito jovens que, na época, já revelavam a preocupação em resgatar a verdadeira arte folclórica latino-americana através da dança, integrada à literatura e aos elementos culturais dos povos da América do Sul.

Com 40 anos de existência, o grupo já levou seu espetáculo a quase todas as cidades do Rio Grande do Sul, a muitas plateias do Brasil e festivais no Uruguai, Argentina, Estados Unidos, França, Bélgica, Alemanha, Áustria, Hungria, Romênia, Eslováquia e México.

Buscando a perpetuação do grupo, Os Chimangos mantém desde 1987 uma escola de danças visando formar dançarinos comprometidos com o amor ao folclore e conscientes da importância do trabalho em grupo. As aulas são ministradas voluntariamente por componentes fundadores do Grupo onde, além do ensino das danças folclóricas gaúchas e latino-americanas, são abordados diversos outros aspectos da cultura do Rio Grande do Sul, sua história e suas lendas. As crianças e adolescentes fortalecem valores de responsabilidade, dedicação, respeito, disciplina, trabalho em equipe, amizade e amor à família.

A cultura, estimulada pela arte, é o caminho que leva à integração dos povos. Assim, as atividades do Grupo, reconhecidas internacionalmente, permitiram difundir a cultura gaúcha e facilitar o intercâmbio cultural. Com este objetivo, desde 1992, Os Chimangos promovem a Festa Mundial do Folclore.

Evento de maior concentração popular na cidade de Caçapava do Sul e que, a cada dois anos, reúne dançarinos europeus, asiáticos e latino-americanos para divulgar sua cultura e conviver diretamente com a população e com as famílias que os acolhem em suas casas.

A festa da amizade e da convivência, em onze edições (1992-2016), trouxe grupos folclóricos da África do Sul, Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Bolívia, China, Espanha, França, Holanda, Hungria, Itália, México, Polônia, República Tcheca, Suécia e Uruguai.

Proporciona o intercâmbio artístico-cultural entre a população local e da região com os grupos estrangeiros através da dança, música, tradições e costumes.

O evento, em seus múltiplos espaços artísticos, realiza diversas atividades tais como: desfiles, espetáculos de dança e música, demonstrações culinárias, troca de danças, encontros de confraternização, missa festiva e programas diversos de intercâmbio cultural com as comunidades da região.