Select Page

Parte do telhado da Casa dos Ministérios desaba

Queda da estrutura ocorreu na lateral da rua Borges de Medeiros

Um dos prédios históricos de Caçapava do Sul não suportou mais uma vez o volume de chuva que caiu no final de semana no município.

Quem circulou pelo centro da cidade pode observar que parte do telhado da antiga Casa dos Ministérios desabou.
Questionados, alguns moradores e funcionários do comércio da região acreditam que a queda deve ter ocorrido no domingo, dia 13.

Imóvel histórico
A Casa dos Ministérios, um dos imóveis que é sinônimo de valor histórico e cultural do município, está à venda. A Casa foi local de reunião dos Farrapos durante a Revolução Farroupilha e onde foram impressas diversas edições do Jornal O Povo.

Atualmente, a edificação, que é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE), sofre os efeitos do tempo e do abandono, que avançam sem parar. Paredes com rachaduras, pinturas externas e internas em péssimo estado, telhado comprometido e, consequentemente, a invasão de morcegos, exemplificam a triste situação.

Em 2015, em entrevista à Gazeta, a proprietária, Tânia Antunes, que herdou a casa dos pais Percival e Ana Amélia Antunes (In memoriam), é uma pena ver a situação piorar a cada dia e, por isso, colocou o imóvel a venda.

– O motivo da venda é o alto custo para manutenção. Não tenho condições de manter em ótimo estado este imóvel, pois ele necessita de diversos reparos – explicou Tânia.

Ela contou que seus pais compraram a Casa dos Ministérios e a área onde está localizada a Pedra do Segredo quando vieram morar em Caçapava, há mais de 40 anos.

– Meu pai gostava de história. Ele chegou a criar um museu na casa juntamente com o Dr. Galeno Teixeira (In memorian). Depois que ele morreu, minha mãe ficou tomando conta do lugar, sempre mantendo em boas condições. Quero, agora, que outra pessoa ou instituição adquira o imóvel para que possa preservá-lo – contou Tânia.

Em 2012 desabou parte do telhado de frente para rua Sete de Setembro

Destelhamento e prejuízos
Em fevereiro de 2012, um temporal destelhou parte da Casa dos Ministérios. Para conter a chuva, a Prefeitura colocou, na época, uma lona na parte destelhada. Ali, funcionava a Secretaria de Cultura do Município, que foi transferida para o antigo Quiosque Municipal logo após o destelhamento. Em outubro de 2013 a Prefeitura fez uma obra de intervenção, colocando telhas de amianto, que seguem até hoje.

Histórico
Caçapava do Sul foi escolhida a segunda capital do Governo da República Riograndense, em 1838, durante a Revolução Farroupilha. Era na casa localizada na Rua Sete de Setembro, esquina com Borges de Medeiros, que os revoltosos despachavam. No local, funcionava, além de todo o Ministério Republicano, a tipografia do jornal oficial da Revolução, “O Povo”.

Depois de cessados os combates revolucionários, a casa foi residência do ex-ministro Ulhôa Cintra e sua família.
A edificação é um exemplar da arquitetura colonial luso-brasileira, característica do período situado entre 1800 e 1850. Já passou por reformas encomendadas pelos respectivos proprietários, mas não teve suas linhas arquitetônicas alteradas, segundo consta no IPHAE.

Gazeta de Caçaapava
Fotos: Marcelo Marques /  Gazeta de Caçapava

14.08.2017 – 18h24min

Sobre o(a) Autor(a)

Previsão do Tempo

TV Gazeta – Mil Edições