Select Page

Patrão fala sobre prioridades do Sentinela dos Cerros

Patrão fala sobre prioridades do Sentinela dos Cerros

Flávio Barreiro é o patrão do CTG para o biênio 2017/2019

 

O bancário aposentado e ex-secretário da Fazenda do Município, Flávio Augusto Soares Barreiro, 65 anos, é o patrão do CTG Sentinela dos Cerros para o biênio 2017/2019.

Sócio da entidade tradicionalista desde 2002 e integrante do PTG Os Maragatos, Barreiro disse que recebeu o convite para assumir o CTG de um grupo de associados.

– A entidade tem que ter continuidade, por isso, aceitei o convite. Penso que chegou minha vez de contribuir com o CTG – declarou.

Uma das primeiras ações da nova patronagem foi analisar as finanças do CTG, mês a mês, para saber qual o percentual disponível para investimentos.

– Os recursos para manter o CTG são oriundos da mensalidade dos 1.800 sócios, no entanto, apenas 900 estão em dia. Outras formas de arrecadação são alugueis da sede campestre para rodeios e social para eventos. Após a avaliação financeira vimos que o desafio é grande, pois temos inúmeras despesas com pessoal e manutenção das sedes. No entanto já começamos a fazer melhorias – informa.

Segundo ele, estão sendo feitas obras de drenagem de água na pista de rodeio e outros pontos na campestre. Também reforma dos fogões a lenha, banheiros, paredes e cancha de bocha na sede social.

– A nossa cancha será feita por profissionais experientes, que prestam serviço para o Clube Dores, em Santa Maria. Devido à qualidade, o departamento esportivo já está em tratativas com a Federação Gaúcha de Bocha para realização de uma etapa do campeonato estadual em Caçapava – disse.

Um dos projetos prioritários da nova patronagem é a ampliação da sede social.

– O projeto do prédio é baseado em uma casa do pássaro João-de-Barro. Atualmente a forma não está completa e também, porque é uma necessidade do CTG. Na Semana Farroupilha está faltando lugar para colocar mesas. Precisamos acomodar melhor nossos associados – ressalta.

Como forma de aproximar o CTG e contribuir financeiramente com os piquetes, a entidade planeja a realização do Rodeio da Integração no mês de agosto, atividade exclusiva para o piquetes do Sentinela. A renda será dividida entre o CTG e os piquetes.

– A patronagem planejou inúmeras ações que já estão sendo colocadas em prática. Temos uma patronagem comprometida com o Sentinela e nossa tema é atingir os anseios dos associados – finaliza o patrão.

Gazeta de Caçapava
Foto: Marcelo Marques/Gazeta

11.07.2017 – 07h52

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade