Select Page

Pra Abalar, Ketlen Esquirio e DJ JR são as atrações do Carnaval

Pra Abalar, Ketlen Esquirio e DJ JR são as atrações do Carnaval

Cantora lavrense Ketlen Esquírio animará a festa

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) promove o Carnaval de Rua de 02 a 05 de março, na rua 15 de Novembro. Haverá shows, bailes, matinês infantis, desfiles de escolas de samba e blocos e praça de alimentação. A realização da festa popular é da empresa Republic, vencedora da licitação e co-produção da FullPlay.

Para animar os foliões no Largo Farroupilha foram contratadas a Banda Pra Abalar, a cantora KetlenEsquírio e o DJ JR. Os bailes adultos iniciam às 23h e terminam às 3h30min. Os dois bailes infantis (dias 2 e 3) começam às 18h e acabam às 20h. Na terça-feira, dia 5, às 22h, ocorre o desfile de encerramento com participação de escolas de samba e blocos.

Neste ano, a Prefeitura irá investir quase R$ 107 mil na realização do Carnaval de Rua. Segundo a Coordenadoria de Comunicação do Executivo, serão economizados R$ 60 mil em relação ao ano passado, que custou R$ 166 mil.

A empresa Republic será responsável pela organização e logística do evento. Conforme o edital, ela fará a contratação de segurança, som, artistas, espaço de alimentação, divulgação e organização do desfile da corte e de blocos.
Segundo o secretário de Turismo, João Timótheo Machado, a expectativa da Prefeitura é arrecadar entre R$ 350 mil a R$ 400 mil com a realização do Carnaval.

Pare, pense e use camisinha
A Secretaria de Saúde colocará o bloco da prevenção na rua. Segundo a Coordenadora de Ações de Saúde, Priscila Machado, o setor terá um stand no Largo Farroupilha onde será realizada a campanha “Carnaval consciente, você livre da Aids e outras doenças”. A ação visa conscientizar os foliões que irão pular Carnaval. Haverá distribuição de preservativos..

A ideia é estimular o uso do preservativo, principalmente entre os homens na faixa etária de 15 a 39 anos.
Dados do último boletim epidemiológico do HIV/Aids mostram que 73% (30.659) dos novos casos de HIV em 2017 no Brasil ocorreram no sexo masculino. Um em cada cinco novos casos de HIV estão entre homens de 15 a 24 anos (2017). Entre homens na faixa etária de 20 a 24 anos a taxa de detecção de aids cresceu 133% entre 2007 a 2017, passando de 15,6 para 36,2.

Sobre o(a) Autor(a)

Previsão do Tempo

TV Gazeta – Mil Edições