O prefeito em exercício, Luiz Guglielmin, assinou Decreto de Situação de Emergência por conta dos danos causados pelas fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias.

O decreto considera “a grande precipitação pluviométrica de aproximadamente 400 milímetros, média superior a 100% da previsão do período” e “em consequência das chuvas constantes, que provocaram grandes estragos nas estradas vicinais no interior, impedindo a manutenção das mesmas em período de escoamento de safra”. O transporte escolar também foi prejudicado nas estradas.

O Secretário de Obras, Paulo Henriques, informou que diversas moradores de várias localizadas ficaram ilhadas pela queda de pontes e cabeceiras, levadas pelas enchentes dos rios. Inúmeras ruas também estão sem condições de trafegabilidade por conta de erosões e desmoronamentos.

A Secretaria de Assistência Social relatou que 16 famílias se deslocaram até o local para pedir auxílio de telhas e lonas, após a forte tempestade que atingiu a cidade nos últimos dias. Uma família está desabrigada e foi cadastrada para recebimento de aluguel social. 

O Coordenador Regional de Proteção e Defesa Civil, Major Rinaldo da Silva Castro e o adjunto, Sargento Adão Roberto, se reuniram com Guglielmin na segunda-feira (13) para avaliar a situação de Caçapava do Sul.

O Secretário Geral, Nei Tavares e o secretário-adjunto de Obras, Ariovaldo Gomes e Gilnei Marques, da Defesa Civil local, também participaram da reunião.

Guglielmin enviou ainda ao Governador do Estado, José Ivo Sartori, uma Solicitação de Homologação de Situação de Emergência e um pedido de Reconhecimento Federal de Situação de Emergência ao Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Newton Ramlow.

Locais mais afetados
– Ponte dos Lanceiros (descida dos Bitencourt)

– Irapuá
– Seival
– Pessegueiro: (moradores ficaram ilhados devido a queda das duas cabeceiras das pontes da região, que já foram recuperadas pela Secretaria de Obras nesta semana)
– Coxilha da árvore
– Ponte do Lajeado
– Vila Progresso (próximo dos Limas)
– Rincão de Lourdes
– Passo da Canoa
– Santa Bárbara
– Cascata do Salso (sem acesso até o ponto turístico devido aos vãos de mais de 40m na estrada)
– Rincão da Salete
– Passo das Tropas
– Rincão das Tigras (sem acesso)
– Vista Alegre (patrolada na quarta-feira, 15)
– Bom Jardim (patrolada na quarta-feira, 15)
– Guaritas (Houve deslizamento de terra e estrada estava interditada. Na segunda-feira (13) foi desobstruída e o tráfego voltou ao normal).
– Pitangal (foi consertada na quarta-feira,15)
– Megatério (bueiro foi aterrado, dando trafegabilidade à estrada)
– Rua dos Lanceiros, Xirú Meireles, Wantuil Albarnaz (Bairro Floresta); João Teixeira de Almeida (Promorar), Patrício Pazinato, Favorino Dias, entre outras, que estão sem condições de trafegabilidade.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura