Select Page

Professora incentiva ex-aluno a voltar a estudar aos 90 anos

Professora incentiva ex-aluno a voltar a estudar aos 90 anos

Professora Oracila entrega o kit escolar para seu Achyles
(Foto: Marcelo Marques/Gazeta)

 

Caderno, tabuada, estojo, caneta, lápis, borracha e apontador, estes foram os presentes que o comerciante aposentado Achyles de Souza Ferreira recebeu em sua festa de 90 anos realizada no sábado, dia 28, no CTG Sentinela dos Cerros.

O material escolar foi dado por sua primeira e única professora, a educadora aposentada Oracila da Silva Walmarath, que faz 93 anos no dia 23 deste mês. Além do kit para ir à escola, seu Achyles também recebeu incentivo para voltar à sala de aula.

– Após receber o convite para festa de aniversário fiquei pensando no presente. Um dia antes decidi e pedi para minha filha comprar o kit escolar na livraria – revelou Oracila.

Segunda ela, quando foi recepcionada na porta pelo aniversariante e entregou o ‘mimo’ fez questão que seu Achyles abrisse o pacote.

– Quando ele abriu perguntou: vamos começar tudo de novo? Eu falei sim: agora você tem o material e a professora, é só voltar a estudar. Meu ex-aluno disse que iria pensar. Estou aguardando a resposta – comentou.

Seu Achyles disse que começou a estudar aos 13 anos na antiga Escola Municipal Augusto Walmarath, hoje Augusto Vitor Costa, que funcionava na localidade de Quebra-Canga, interior de Caçapava. Como morava no Passo dos Souza tinha que percorrer seis quilômetros a cavalo para chegar à escolinha rural.

– A sala de aula era instalada na casa do seu Álvaro Flores, tinha uns 30 alunos. Depois da escola eu tinha que voltar para casa a galope para ainda ajudar meu pai na criação de ovelhas – falou.

De acordo com ele, que estudou até a quarta série, sempre foi um aluno Nota 11.

– Dez na nota e um ponto a mais porque todo o sábado eu levava outro cavalo encilhado para o colégio. A professora ia comigo para minha casa, pois, na época, namorava meu irmão Alcides e passava o final de semana com a nossa família – revela, dando risadas.

Mesmo com o passar dos anos, a amizade entre a professora e os ex-alunos sempre se manteve viva. Em 2012, no dia 15 de outubro (Dia do Professor) alguns ex-alunos promoveram um almoço na localidade de Durasnal para homenagear dona Oracila. Seu Achyles foi quem entregou o buquê de flores.

Professora e Aniversariante_Professora foi homenageada

Professora foi homenageada no dia 15 de outubro de 2012


Educação nos dias de hoje
A professora que começou a trabalhar aos 17 anos disse que acompanha a evolução da educação e quando não entende algo, pede explicação aos netos que estão estudando ou formados.

– Lembro que naquela época o professor, vamos dizer, era uma autoridade na região. Qualquer questão a professora era chamada para intermediar ou decidir, diferente de hoje em dia, onde tem alunos e pais que não respeitam o professor – disse.

Dona Oracila conta que mantém a leitura em dia, lendo jornais, revistas e livros e que seu passatempo favorito é palavra cruzada.

– Neste momento estou lendo o livro “Um Olhar para a Vida” da minha ex-chefe Anna Zoé da Silveira Cavalheiro e sua irmã Maria Augusta Silveira Alves. Também gosto de conversar com jovens sadios. Gente da minha idade não dá para conversar. Eu não preciso falar sobre dor, já tenho as minhas, não preciso ouvir as queixas dos outros – declara a ex-professora.

 

Professora e Aniversariante_Turma de 1939

Turma de 1939, seu Achyles é o quarto da direita para esquerda no alto

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Curta nossa página

Publicidade

Publicidade