Select Page

Safra recorde deve impulsionar venda de máquinas agrícolas, diz Anfavea

Safra recorde deve impulsionar venda de máquinas agrícolas, diz Anfavea

Os fabricantes de veículos automotores começaram 2017 com uma queda nas vendas de veículos de 5,2% em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) foram divulgados hoje (6) e frustaram o setor.

“O número de janeiro frustrou as nossas expectativas. Claro que tem a questão da sazonalidade, mas esperávamos chegar, pelo menos, no mesmo nível de janeiro de 2016”, disse o presidente da Anfavea, Antonio Megale, durante coletiva, em São Paulo, onde apresentou o desempenho da indústria automobilística brasileira no primeiro mês de 2017.

A expectativa da associação, no entanto, é que as vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias deve alavancar o setor. Somente no primeiro mês deste ano houve um crescimento interno de 74,9% em relação a janeiro de 2016, e de 42% nas exportações.

A previsão da entidade para este ano é de um aumento na produção de 10,7%, puxando o crescimento em 13% nas vendas internas, e 6% nas exportações . “A previsão da safra recorde este ano é positiva para a questão das substituições de equipamentos agrícolas. Esperamos boa produtividade nessa safra e nas demais”.

Já os fabricantes de caminhões tiveram o pior desempenho no mês desde 2006, com queda de 33,3% em relação ao mesmo período de 2016. Megale considerou a situação “dramática” para o segmento, que vem apresentado recuos desde 2011.

Embora o mercado interno tenha amargado queda nas vendas de autoveículos novos, as exportações tiveram crescimento em janeiro de 56% em relação ao período anterior. “Este foi o melhor janeiro desde 2008 nas exportações, isso nos dá a indicação de que teremos um bom ano de vendas externas”, disse Megale.

E o setor tem se preparado para isso. A produção de veículos em janeiro cresceu 17,1% em relação ao mesmo mês do ano passado, chegando a 174,1 mil unidades fabricadas. A produção de máquinas agrícolas cresceu 82% no mês, com a produção três mil máquinas agrícolas. De acordo com a Anfavea, a previsão é que as exportações cresçam 7% em 2017, o que deve movimentar 11,7 bilhões de dólares no ano.

Mesmo com as quedas, o presidente da Anfavea mantém a projeção do setor para 2017. “Continuamos com a previsão de crescimento de 4% na venda de autoveículos novos; 7,2% nas exportações e de 11,9% na produção”.

Os postos de trabalho no setor seguem estáveis, com ligeira queda em janeiro de 0,04% em relação a dezembro de 2016. “Este mês já estabilizou a questão de postos de empregos, estamos prontos para dar a largada, mas ainda não apresentamos números positivos”, disse.

Ludmilla Souza – Agência Brasil

Sobre o(a) Autor(a)

Já nas bancas

Rede Social

Publicidade

Publicidade