Select Page

Seduc termina implantação de novo software para melhorar o transporte escolar

Seduc termina implantação de novo software para melhorar o transporte escolar

A medida significa mais agilidade e segurança para os alunos e uma economia de 30% para os cofres públicos
Foto: Divulgação Seduc

 
A Secretaria da Educação, por meio do Departamento de Articulação com Municípios (DAM), concluiu o trabalho de implantação do software de transporte escolar, nos 468 municípios gaúchos que fazem parte do Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Peate). A medida significa mais agilidade e segurança para os alunos e, para os cofres públicos, uma economia de 30% no serviço feito em parceria com os municípios.

Além de estabelecer a melhor rota e o custo médio de cada roteiro, o sistema permite que o município, por meio de um programa de computador, saiba o tempo de cada viagem e até se houve paradas no caminho feito pelos motoristas. Até então, para efetuar o transporte, o custo das viagens era estipulado pelos prestadores que ganhavam a licitação para o serviço. O sistema de licitação continua, mas agora o preço do transporte é definido pelos dados identificados pelo software.

A implantação beneficia mais de 87,6 mil alunos de cerca de duas mil escolas em todo o estado. Mesmo em Porto Alegre, embora não haja transporte rural, o software é utilizado no transporte de alunos das três escolas da região das ilhas.

“Foi feito um georreferenciamento com alunos da região e o transporte, que antes ficava com uma só empresa, foi dividido em nove lotes. Já melhorou bastante o serviço este ano e, com certeza, ficará melhor para 2018”, disse a coordenadora da 1ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Maria Luiza Moraes.

Para operar o software desenvolvido pela empresa Mstech, foi feita uma capacitação com secretários e assessores de cada cidade onde há transporte escolar. De acordo com a empresa, uma equipe com 20 profissionais, entre programadores, analistas, e designers, entre outros, desenvolveu a ferramenta. Foram necessárias cerca de mil horas de trabalho.

As servidoras da Seduc Lisete Link e Fátima Busatto forneceram informações sobre o Peate e outros dados técnicos. “Essa ferramenta de gestão é um diferencial, pois possibilita que tenhamos um retrato fiel do transporte escolar nos municípios, especificando o custo”, completou o diretor do DAM, Itamar Chagas.
Ascom Seduc-RS

Sobre o(a) Autor(a)

Confira nas Bancas

Curta nossa página

Ganhadores do Mérito

Publicidade

Publicidade