Selecione a página

Hora de cuidar dos pés

Hora de cuidar dos pés

Sustento de todo o corpo, os pés sofrem no inverno: o frio e a umidade agravam o ressecamento e os problemas nas unhas. A podóloga Gisele Tavares fala sobre a importância de mantermos nossos pés sempre bem cuidados

São eles que nos levam por toda parte. Sempre que precisamos dar uma corridinha rápida a algum lugar, lá estão eles, prontos para o que der e vier. Mas, ainda assim, às vezes, acabamos esquecendo essa parte tão importante do nosso corpo: os pés.

Para falar sobre os cuidados que devemos ter com a saúde dos pés, a Gazeta convidou a podóloga Gisele Tavares. De acordo com ela, a podologia é um ramo auxiliar da medicina que trata de problemas superficiais nos pés, como unha encravada, calos e onicomicose, uma infecção nas unhas causada por fungos.

– Esses problemas são muito comuns, porque pressionamos os pés em um sapato que, às vezes, não é adequado – declarou.

No inverno, com as temperaturas mais baixas e a umidade, é preciso ter atenção para o corte correto das unhas, evitando cortar os cantos para que não encravem; usar calçados que sejam confortáveis para o pé; não comprar sapatos muito cedo pela manhã, pois geralmente o pé está desinchado; procurar comprar sapatos de couro ou de um material que deixe transpirar e com uma palmilha que seja anatômica; e secar bem a pele entre os dedos, utilizando, de preferência, um papel toalha ou mesmo papel higiênico.

– Aquela toalha que a gente usa ao tomar nosso banho, quando ela chega na parte do pé, já está molhada. Então, não vai secar adequadamente – explicou Gisele.

Já no verão, quando as temperaturas estão muito elevadas, utilizamos calçados mais abertos. Segundo a podóloga, devemos evitar usar sandálias rasteirinhas e sapatilhas muito baixas, dando preferência às que tenham salto, mesmo que pequeno, e o calcanhar fechado.

– Aqui em Caçapava, tem uma poluição do calcário, que é extremamente corrosivo. Apesar de se misturar com a poeira da terra, ele resseca muito os pés, que ficam desidratados. Justamente pelo calor do verão, temos que intensificar o consumo de líquidos, de preferência água – alerta a podóloga.

Segundo ela, a melhor hora de se fazer uma hidratação profunda nos pés é à noite, porque é o momento em que não vamos usar nenhum calçado que ficará escorregando quando caminhamos. Se houver muito ressecamento durante o dia, é possível utilizar um creme para o corpo, que não é tão gorduroso, e reservar o creme para os pés para o período da noite.

Outro vilão para os nossos pés são as lixas. Conforme Gisele, este é um item que não pode ser usado indiscriminadamente.

Cuidar da saúde dos pés é importante para a nossa saúde geral, pois são o nosso alicerce e suportam todo o corpo.

– Temos que ter cuidado redobrado. Infelizmente, a maioria só dá atenção quando dói. Só troca o sapato quando não dá mais. Esta é uma parte do nosso corpo que é muito pequena em comparação ao resto, mas é ela que faz o sustendo do todo. Se não dermos a manutenção, nosso corpo fica desestruturado. Ele é uma máquina, e cada engrenagem que não está bem dará problema – finalizou a podóloga.

Foto: Bibiana Dias

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade