Selecione a página

Os jovens de Caçapava estão se vacinando?

Os jovens de Caçapava estão se vacinando?

Hoje se formou uma grande fila de pessoas que buscavam se vacinar na Policlínica

A cada final de semana, mesmo durante a pandemia, chama a atenção a quantidade de jovens reunidos nas ruas de Caçapava. Mas e nos dias de vacinação, eles estão comparecendo? Diferentemente das filas gigantes que se viam em frente à Policlínica em fevereiro e março, quando houve a vacinação dos idosos, agora que chegou a vez dos mais jovens, as filas estão pequenas e, por vezes, inexistentes. A população idosa é maior, claro. Ainda assim, a adesão dos jovens à vacina parece baixa.

Na terça-feira, dia 17, data marcada para a vacinação de pessoas com 27 anos, a Gazeta foi até a Policlínica para acompanhar a imunização, que, conforme anunciado pela Prefeitura, deveria iniciar às 13h. Chegamos às 12h45min, e não havia ninguém no local além dos funcionários. Segundo uma das responsáveis por encaminhar as pessoas às salas de vacinação, a aplicação das doses havia iniciado às 12h30min.

Durante os 40 minutos em que estivemos no local, a procura foi baixa. Aos poucos, as pessoas iam chegando e, de modo geral, entravam direto e logo eram liberadas para as salas de vacinação. Apenas em dois momentos, às 12h55min e às 13h10min, houve uma pequena formação de fila. Às 13h, horário em que estava marcado o início da vacinação, não havia ninguém.

No início da tarde de 17 de agosto, a movimentação na Policlínica era baixa

Situação bem diferente pode ser vista hoje, dia 23. Novamente fomos até a Policlínica acompanhar a vacinação, mas, desta vez, no turno da noite, quando os jovens com 21 anos ou mais poderiam se vacinar. A imunização estava marcada para começar às 18h, conforme anunciado pela Prefeitura nas redes sociais na noite de sexta-feira, dia 20.

Chegamos às 17h35min, e já havia 32 pessoas à espera de suas doses. Às 17h45min, a fila já havia passado da entrada da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), e às 18h, quando deveria ter começado a vacinação – houve um atraso de cinco minutos –, ela estava quase na esquina com a Rua Barão do Rio Branco.

A imunização iniciou, e a fila seguiu dentro da Policlínica, onde as pessoas aguardavam para acessar as salas de vacinação. Nos primeiros 20 minutos, a fila diminuiu pouco, já que mais pessoas iam chegando. Saímos do local às 18h25min. A vacinação avançava, mas o final da fila seguia em frente à base do SAMU.

Dentro da Policlínica, houve formação de fila para acessar as salas de vacinação

 

Números dentro do esperado, segundo a Secretaria de Saúde

 

Na segunda-feira, dia 16, enviamos perguntas à Secretaria da Saúde do município sobre a procura dos jovens caçapavanos pela vacina contra a Covid-19. A Secretaria respondeu na quarta-feira, dia 18, através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

A Secretaria disse que foram vacinadas 1.789 pessoas de 25 a 34 anos até quarta, e que na quinta-feira, dia 19, haveria 552 doses disponíveis. Ainda segundo a Secretaria, a procura tem sido dentro do esperado, e a vacinação deve ser mais rápida que a dos idosos, uma vez que o número estimado pelo Censo para este grupo não é tão diferente como o que ocorreu com os idosos (quando apareceram mais de três mil pessoas além do previsto).

Perguntamos se haveria uma “repescagem” fora do horário comercial, como vem sendo feito em outros municípios. Na terça-feira, dia 17, a Prefeitura anunciou nas redes sociais que faria a vacinação de pessoas acima de 25 anos na noite do dia 19, das 18h às 21h. Em resposta à Gazeta, a Secretaria disse que, “a partir desta semana, a Prefeitura vai disponibilizar horários alternativos em dias alternados para contemplar os grupos em vigência e que, devido ao horário, têm dificuldade em se vacinar. Mas vale lembrar que a Policlínica não fecha ao meio-dia”.

Também na segunda-feira, pedimos à Secretaria da Saúde um levantamento de quantas pessoas de 27 a 30 anos se vacinaram em Caçapava. Até quinta-feira, dia 19, a Assessoria de Comunicação tinha apenas os números de quantas pessoas de 18 a 30 anos deveriam se vacinar em cada Posto de Saúde do município, segundo o sistema de informatização da Saúde. Confira:

Jovens de 18 a 30 anos, por unidade de Saúde:

Ainda conforme a Assessoria de Comunicação, seguindo os dados do sistema, a esses números devem ser adicionados 130 moradores do interior e 528 pessoas sem vínculo (quem utiliza serviços do SUS no município, mas não são residentes de Caçapava, como, por exemplo, pessoas a trabalho ou a passeio).

Fotos: Isabela Brito Oliveira

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade