Selecione a página

Presos suspeitos de envolvimento em estelionatos

Presos suspeitos de envolvimento em estelionatos

Dois homens suspeitos de praticarem estelionatos rurais milionários em vários municípios do Estado foram presos na terça-feira, dia 22, em Porto Alegre e em Caçapava. Segundo a Polícia Civil, durante vários meses, eles compravam animais e pediam prazo para efetivarem o pagamento, deixando com os vendedores cheques pré-datados, mas sem fundos. Depois, vendiam as reses para terceiros à vista, porém por um valor menor.

As investigações, que estão a cargo da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab), de Bagé, e da Delegacia de Polícia de Formigueiro, levaram ao paradeiro dos suspeitos. Os pedidos de prisão preventiva e de busca e apreensão foram concedidos pelo Poder Judiciário de Caçapava, que, de acordo com a Polícia Civil, é um dos municípios mais afetados pelos golpes. Até agora, mais de 30 acusações de estelionato foram registradas, totalizando mais de 3.300 animais comprados por eles e um prejuízo de R$ 12 milhões aos produtores. A Polícia acredita que esses números irão aumentar à medida que mais cheques pré-datados em nome dos suspeitos forem vencendo.

Também conforme a Polícia Civil, um dos investigados estava escondido na residência de familiares em Porto Alegre, e o outro foi preso no interior de Caçapava. Veículos foram apreendidos, e contas bancárias, bens móveis e imóveis de sete investigados bloqueados.

Conforme o Delegado da Decrab, André de Matos Mendes, a investigação está apenas no começo, e o objetivo principal no momento é reaver o prejuízo das vítimas.

Participaram da ação policiais da Delegacia de Polícia de Caçapava do Sul e do Departamento de Polícia do Interior.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Polícia Civil

Sobre o autor

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade