Selecione a página

O tempo nosso e de cada um

O tempo nosso e de cada um

O tempo é o sinuelo da vida

Nos confins dos corredores,

Esses que embretam os amores

Semeados pelos caminhos…

Ou

Meu tempo é um tento

Que, sem alento, experimento

No intento de testá-lo

Por ser couro de barriga

De cavalo…

O tempo em nossa existência não é o mesmo para todos. Cada cristão trata o seu tempo conforme as suas prioridades de vida. Quando pode.

Em certa época passada, resolvi que nem todos os assuntos do mundo me interessariam. Decidi que eu não gastaria mais meu precioso tempo discutindo futebol, religião e nem política. Cada um tem lá suas razões, suas crenças e valores, e não precisaria perder minhas horas de vida tentando mudar a opinião dos outros.

Decidi, também, que não mais me ocuparia de determinados temas específicos. Eu não saberia mais de aviões, carros de corrida, armas de guerra e de palestrantes motivacionais. Não queria mais saber de modelos, potências, valores e origens de fabricação desses equipamentos, e nem iria perder tempo escutando conselhos de alguns famosos bem remunerados que tentam mudar o rumo da vida de quem nem conhecem.

Em 2020, no início da pandemia, fui adicionado a um grupo de WhatsApp constituído pelos meus colegas de Academia Militar de 1969/1972. Cada um de nós, que no início éramos mais de 300 jovens almas, hoje, andamos por uns 200, morando pelo país inteiro, com predominância de Brasília e Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2022, saí do grupo. Não resisti à lenga-lenga diária de consertar o mundo e mudar a política e o regime governamental do Brasil. Cada um a seu modo, com uma receita diferente, tentando convencer o grupo.

Isso é “gastar pólvora em chimango”. É o mesmo que um cachorro acoar pra lua. Não resolve nada, porque ninguém escuta, e gasta um tempo precioso de uma fase da vida em que é melhor fazer outras coisas menos estressantes. Pertenço a outro grupo desses, dos antigos camaradas uruguayos, e acontece a mesma coisa. Já prometi abandoná-los.

Então, me atrevo a dizer: gaste seu precioso tempo na terceira idade curtindo os netos, cultivando verduras, aprendendo a tocar um instrumento musical, escrevendo, lendo, caminhando, fazendo palavras cruzadas, etc. Pratique atividades que tragam algum benefício para a saúde. Vá pescar, vá para a praia, vá pra fora e pare de achar que ainda é capaz de mudar o mundo. Não dá mais tempo, e pouca gente hoje nos escutará. Até porque ninguém desses mais novinhos alienados, que muito em breve estabelecerão novas regras e valores que mudarão os antigos costumes socioculturais, consegue, de sã consciência, largar da tela dos celulares para escutar os mais velhos.

Viaje no TikTok…

Sobre o autor

Publicidade

Ouça nosso Podcast

TV Gazeta – Vídeos

Previsão do Tempo

Publicidade

Publicidade

RESULTADOS

Signos

Publicidade

Publicidade